AMBIENTE ACREANO: Agosto 2007
Google
Na Web No BLOG AMBIENTE ACREANO

sexta-feira, agosto 31, 2007

DESTRUIÇÃO DA AMAZÔNIA

Desmatamento aquece Amazônia em até 4ºC, diz Inpe

Claudio Angelo, da Folha de S.Paulo

Uma das perguntas que mais tiram o sono dos estudiosos da Amazônia é quanto desmatamento precisa ocorrer para que o clima local mude. Pelo menos para uma região da floresta, cientistas brasileiros acreditam já ter uma resposta: 40%.

Substituir esse total de mata nativa por soja ou pasto pode causar aumentos de temperatura de até 4ºC e uma redução de até 24% nas chuvas durante a estação seca na porção leste do território amazônico.

A área em questão abarca Pará, Amapá, Roraima, Maranhão, Tocantins e um pedaço do Amazonas. Trata-se da metade naturalmente mais seca dos 5 milhões de quilômetros quadrados da Amazônia Legal. E também uma das mais desmatadas: de 18% a 20% das florestas ali já cederam lugar à agropecuária, contra 15% da média amazônica total.

A conclusão é de um estudo feito pelo Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), com participação de pesquisadores das universidades federais de Minas Gerais e de Viçosa. O trabalho, que será publicado em setembro no periódico "Geophysical Research Letters", cruza pela primeira vez modelos climáticos computacionais com cenários realistas de desmatamento.

Ele aponta que, além do aquecimento global, a destruição da floresta também pode levar à chamada savanização, processo no qual o clima quente e úmido típico da Amazônia dá lugar a um clima quente e seco característico do cerrado. Nesse clima, a vegetação densa da floresta tropical não sobrevive --e cede lugar à savana.

O conceito de savanização foi proposto em 2003 por Marcos Oyama e Carlos Nobre, do Inpe. Com base em modelos que uniam clima e vegetação, eles estimaram que o aumento da concentração de gases-estufa poderia levar a floresta a um novo "estado de equilíbrio".

Crédito da imagem: Foster Brown@2006
Publicado por Evandro Ferreira 0 comentários Digg! Link Permanente Envie este artigo para um amigo

PROMOTOR ACUSADO DE ASSASSINATO

Muro próximo à casa de promotor acusado é pichado

Estadão.com

Pichação pede mudança nas leis e diz que MP, que efetivou acusado de homicídio, é "vergonha do Brasil"

Publicado por Evandro Ferreira 1 comentários Digg! Link Permanente Envie este artigo para um amigo







Deputado acreano denuncia servidores do Ibama e do Incra

O presidente da Comissão de Defesa do Consumidor da Assembléia Legislativa do Acre, deputado Walter Prado (PSB), deve ir hoje à Superintendência da Polícia Federal em Rio Branco denunciar técnicos do Ibama e do Incra, porque, segundo denúncia chegada ao parlamentar, estariam envolvidos num esquema de desvio de dinheiro público no Seringal Bonfim, da Reserva Extrativista Chico Mendes.

A denúncia acompanhada das provas foi feita ao deputado por 46 trabalhadores rurais do seringal, ontem pela manhã, na Assembléia Legislativa. Em janeiro de 2005, foram liberados R$ 380 mil para o seringal e desse valor teriam sido desviados R$ 48 mil. As irregularidades foram descobertas pelo presidente do Grupo Bonfim 2, Celso da Silva Gomes, que representa os 46 trabalhadores rurais do Seringal Bonfim.

Orçamento 2008 prevê alta do salário mínimo para R$ 407,33

O projeto de Lei Orçamentária para 2008 prevê um reajuste de 7,19% para o salário mínimo, passando dos atuais R$ 380 para R$ 407,33. Além disso, a peça prevê a diminuição da meta de superávit primário dos atuais 4,25% do PIB para 3,8%. O projeto foi entregue nesta sexta-feira, 31, ao presidente do Senado, Renan Calheiros.

Família brasileira tem, em média, menos de 2 filhos

Dados divulgados nesta sexta-feira, 31, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que as famílias brasileiras têm, em média, menos de dois filhos. A conclusão faz parte do relatório preliminar Contagem da População 2007 realizada pelo instituto.

Projeto manda devolver IPVA de carro furtado

Caberá ao governador José Serra (PSDB), em dez dias, vetar ou sancionar a lei que prevê a restituição do valor já pago do Imposto sobre a Propriedade dos Veículos Automotores (IPVA) aos donos de veículos furtados ou roubados. A proposta foi aprovada por unanimidade na Assembléia Legislativa na noite de terça-feira.

Índice de pirataria em software cai pela 1ª vez na década no Brasil

O índice de softwares piratas adquiridos no Brasil caiu de 64% para 60% de 2005 para 2006, de acordo com a quarta edição do Estudo Anual de Pirataria de Software Global, elaborado pela consultoria IDC Global e divulgado pelo Ministério da Justiça. Segundo a pasta, a queda é a primeira em dez anos. Teriam contribuído para ela "os esforços do governo brasileiro para aumentar a utilização de software legítimo dentro de seus próprios departamentos" e a realização de acordos entre fornecedores de software e de computador.

TJ-SC manda Assembléia Legislativa tirar cargo de 15 procuradores

Quinze procuradores da Assembléia Legislativa de Santa Catarina perderam ontem o cargo por ascender na carreira sem passar por concurso público. A destituição do grupo foi determinada por decisão do Tribunal de Justiça do Estado. A ordem do TJ para o recuo funcional é de maio deste ano, mas só passou a valer na última terça-feira, quando foi publicada no "Diário Oficial da Justiça" de Santa Catarina. Ela também determina a suspensão imediata do pagamento do salário de procurador, de R$ 21,5 mil.

Publicado por Evandro Ferreira 0 comentários Digg! Link Permanente Envie este artigo para um amigo





Publicado por Evandro Ferreira 0 comentários Digg! Link Permanente Envie este artigo para um amigo

Publicado por Evandro Ferreira 0 comentários Digg! Link Permanente Envie este artigo para um amigo

SACOLAS PLÁSTICAS: PARA QUE O EXAGERO?

Para frear seu uso seria interessante que os estabelecimentos comerciais passassem a cobrar uma taxa simbólica por cada unidade usada pelos consumidores

Vocês já notaram como existe um excesso no uso de sacolas plásticas no comércio de nossa cidade? Se a gente vai comprar pão, dependendo da padaria, o produto pode sair de lá embalado por duas sacolas plásticas ou por um saco de papel e uma sacola plástica. Que exagero não é!

Nos supermercados a situação é mais grave. Você faz uma compra de R$ 30 reais e volta para casa com uma dúzia de sacolas. Os embaladores exageram e parece não haver limites na quantidade que estão autorizados a usar. A destinação final deste material? O lixão da cidade. É que a maior parte delas é usada para recolher lixo doméstico. Lá elas ficarão até 100 anos, prazo para a sua degradação natural.

Eu evito levar quantidades exageradas de sacolas para casa. Prefiro, no caso do pão, o velho (e facilmente reciclável) saco de papel. Em breve vou comprar aquelas sacolas grandes que meus pais usavam para fazer a feira no mercado velho. Elas também são de material plástico, mas podem ser utilizadas dezenas de vezes.


Em recente artigo, Sebastião Almeida, Deputado Estadual Paulista, questiona se é possível viver sem as sacolinhas de supermercado e comenta sobre as alternativas que estão surgindo para diminuir o seu uso. Em São Paulo já tem supermercado que cobra R$ 0,05 por cada sacola. É um preço simbólico que tem por objetivo despertar a consciência de cada um para o problema.


O Brasil produz anualmente 210 mil toneladas de plástico filme, a matéria-prima dos saquinhos plásticos, que, na prática, representa cerca de 10% do lixo do país. É um material produzido a partir de polietileno, derivado do petróleo, não biodegradável, e poluente também durante sua produção.


Cientistas brasileiros do Instituto de Pesquisas Tecnológicas da Universidade de São Paulo (IPT/USP) desenvolveram um plástico derivado do açúcar de cana. O custo é mais elevado, o que atrapalha previsões sobre o alcance do produto. Mas, veja bem, estamos falando de um produto que demora 60 dias para se decompor contra os 100 anos da concorrência!

Há também quem decidiu cortar o mal pela raiz. Em San Francisco, nos EUA, os sacos plásticos serão banidos e substituídos por sacolas de papel reciclado e materiais feitos com goma de milho ou batata. Em Bangladesh, já é proibido fabricar, comprar e, acredite, portar sacos plásticos. O que motivou a histeria foram o entupimento de redes de esgotos e as cheias provocadas pelas sacolas.

Na Irlanda, o governo não precisou ser tão radical. Há cinco anos, passou a cobrar imposto por cada sacolinha. A redução hoje chega a 90%, uma economia de 18 milhões de litros de petróleo no país. Sem contar que a taxa representa R$ 200 milhões a mais nos cofres públicos por ano, que são revertidos para a preservação ambiental.

Como se percebe, existem várias maneiras de amenizar o impacto dessas sacolinhas plásticas. A conscientização em torno do problema é o primeiro passo. Se você puder levar suas compras sem os saquinhos plásticos, não pense duas vezes em dispensá-los. Mais que isso, incorpore a reciclagem no seu cotidiano. Essas medidas, com certeza, já serão de grande ajuda e os frutos serão colhidos lá na frente, daqui a 100. É um investimento de futuro.

Publicado por Evandro Ferreira 2 comentários Digg! Link Permanente Envie este artigo para um amigo

quinta-feira, agosto 30, 2007

DESMATAMENTO AO LONGO DO RIO MADEIRA

Bacia do rio Madeira é a campeã em desmatamento na Amazônia

Renan Albuquerque, Amazonas em Tempo, Manaus

Os pesquisadores Arnaldo Carneiro Filho e Ralph Trancoso, respectivamente da Coordenação de Ecologia (Cpec) e do Laboratório de Geoprocessamento e Análise Espacial (Siglab) do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), constataram que a bacia do Madeira é a “campeã de desmatamento” da Amazônia, com 119.035 Km2 de devastação já registrados e outros 1, 3 milhão de Km2 em constante ameaça.

Os estudos foram divulgados na revista Ciência Hoje, publicada pela Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC).

De acordo com os cientistas, 8,79% da cobertura vegetal da bacia do Madeira já foram retirados. “O processo de desflorestamento vem ocorrendo de forma mais intensificada desde a década de 70”, lembram os pesquisadores em artigo científico.

Trancoso e Carneiro Filho registram que “a geografia do desmatamento está atrelada à vasta hidrografia do Estado”, e sugerem ainda que a problemática do desmatamento na bacia do Madeira vem sendo alimentada pelas queimadas ocorridas em um território vizinho ao Amazonas. “Além de exportar sua produção, o Mato Grosso exporta seu passivo ambiental para os Estados vizinhos”, afirmam eles.

Por outro lado, as bacias dos rios Purus e Juruá, situadas mais a oeste, em região mais interiorana do Amazonas, por enquanto estão mais protegidas da ameaça do avanço da fronteira agrícola. “Elas apresentam baixas taxas de desmatamento, em comparação à do Madeira”, ressaltam Trancoso e Carneiro Filho.

Os cientistas do Inpa ainda afirmam que esses desmatamentos no Madeira afetam o ciclo hidrológico da maior baía fluvial do mundo, a Amazônica. “A conversão da floresta em pastagem duplica a vazão dos pequenos cursos d’água locais e altera a forma de distribuição dessa vazão”, explicam os pesquisadores na Ciência Hoje. “Os resultados dos estudos em pequena escala indicam que a remoção da floresta tende a aumentar a vazão dos rios”.

Entretanto, há um contraponto, segundo eles. “Isso (a alteração dos cursos d’água) pode não ocorrer em bacias de grande escala, devido à influência de outros fatores”.

Publicado por Evandro Ferreira 0 comentários Digg! Link Permanente Envie este artigo para um amigo

PROMOTOR ACUSADO DE ASSASSINATO

MP decide que acusado de assassinato pode ser promotor

O acusado passará a receber salário de R$ 10.500, não será submetido a juri popular e vai trabalhar na cidade de Jales, interior de São Paulo, onde poderá atuar em casos de assassinato como o que ele cometeu.

Em reportagem de Camilla Rigi, o Estadão de hoje traz a matéria que, aos olhos de uma pessoa civilizada soa como uma piada. Mas como nós estamos no Brasil, tudo é possível.

O cidadão disparou 12 tiros, matando 1 e ferindo outro. Na época estava no cargo há apenas 1 ano e 3 meses, ou seja, faltavam 9 meses para ter direito a vitaliciedade do cargo. Mesmo assim os seus colegas de trabalho decidiram que ele tinha direito ao cargo. Como isso é possível, não me perguntem!!!

Até onde sei, 1 ano e 3 meses é igual a 15 meses. Dois anos são 24 meses, nem mais nem menos. É assim no nosso calendário. Então, com a decisão dos colegas de MP do acusado, como é possível que 15 meses sejam iguais a 24?!?!? Que forma de contabilizar tempo é essa???

O mais impressionante é que os colegas de MP do acusado não levaram em conta nada do que aconteceu para decidir, administrativamente, que a conduta pessoal e a atitude profissional do acusado representam qualquer obstáculo para sua efetivação como promotor. Mesmo sabendo que isso o beneficiaria no julgamento da acusação mais grave, a de assassinato.

Decisão livra acusado de juri popular e pode ter reflexos em casos similares no futuro

Na verdade, a decisão consegue livrar o acusado de ser submetido a juri popular. Isto pode significar que no futuro, se acontecer outro caso similar, vai ser possível tomar a mesma atitude tendo com base o presente caso. Isso é comum no meio jurídico. Se decide baseando-se em casos similares acontecidos no passado.

O pior de tudo é que a decisão dos colegas de MP permite que o acusado de assassinato volte a ativa, como se nada tivesse acontecido. Segundo a reportagem do Estadão, ele já foi designado para atuar na cidade de Jales, que possui cerca de 50 mil habitantes e fica a 580 kilômetros de São Paulo. Vai receber salário de R$ 10.500.

Quero ver como ele vai encarar a população local e como a população vai recebe-lo. Será que ele vai ter condições morais de atuar e representar contra assassinos que tenham cometido crimes similares aos que ele mesmo cometeu?

Pelo menos o chefe do MP de São Paulo, procurador-geral de Justiça Rodrigo Pinho, é coerente. Sobre a decisão, ele disse à reportagem do Estadão: "É lamentável. Ele não tem condições de permanecer na carreira. Demonstrou que não tem capacidade para trabalhar como promotor". Ele informou que é possível questionar o resultado do julgamento no Conselho Nacional do Ministério Público. "A solução é o controle externo. A própria família poderá entrar com um pedido de providências e já confirmou que vai fazer isso."

Agora leitor, imagine se não tivéssemos o controle externo do judiciário!!! Ia ficar tudo por isso mesmo.

Parentes das vítimas vão denunciar o caso na OEA

Inconformados com a decisão, os parentes das vítimas afirmaram que pretendem transformar uma denúncia já feita à Organização dos Estados Americanos (OEA) numa representação de possível violação de convenções internacionais. Vergonha para a justiça nacional e "vergonha internacional" para o Brasil.

Pessoalmente sinto que, mantida a decisão do MP Paulista, vamos ser rebaixado como país. Vamos passar a fazer parte do time da "República das Bananas".

Crédito da imagem: Estadão.com

Clique aqui para ler a matéria do Estadão.com
Publicado por Evandro Ferreira 0 comentários Digg! Link Permanente Envie este artigo para um amigo

Publicado por Evandro Ferreira 0 comentários Digg! Link Permanente Envie este artigo para um amigo

Publicado por Evandro Ferreira 0 comentários Digg! Link Permanente Envie este artigo para um amigo

DESMATAMENTO NA AMAZÔNIA

Inpe lança nova página para que o público em geral possa acompanhar mais facilmente a evolução do desmatamento na Amazônia

O INPE lançou a nova página do Projeto de Monitoramento do Desmatamento na Amazônia Legal por Satélite (Prodes), que permite compreender mais facilmente a evolução do desmatamento na Amazônia.

Para verificar os cerca de 14 quilômetros quadrados desmatados no período 2005-2006, foram analisadas 213 imagens feitas pelo satélite norte-americano Landsat e 90 pelo sino-brasileiro CBERS. Nas imagens, que, segundo o Inpe, cobrem 100% do desmatamento na Amazônia, o usuário identifica a modificação da floresta.

O banco de dados tem também informações de desmatamento por município. Na página, cada uma das 213 imagens apresenta um mapa correspondente. Também estão disponíveis dez mosaicos, contemplando dados dos nove estados e mais um de toda a Amazônia Legal.

Além de agregar novas informações, a página ganhou novo layout para aperfeiçoar a navegação e a consulta aos dados. A reformulação segue o mesmo sistema das atuais páginas do Detecção do Desmatamento em Tempo Real e do Monitoramento de Focos de Queimadas, outros dois importantes serviços prestados pelo Inpe.

Com informações da Agência FAPESP

Publicado por Evandro Ferreira 0 comentários Digg! Link Permanente Envie este artigo para um amigo

AMAZÔNIA: MAIS 70 ANOS DE EXISTÊNCIA

A floresta amazônica brasileira está com os dias contados e desaparecerá totalmente em 2080 caso o ritmo de desmatamento atual seja mantido, afirmou nesta quarta um especialista no assunto durante seminário organizado pelo Congresso

De acordo com Philip Martin Fearnside, coordenador de Pesquisas em Ecologia do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), este é o provável cenário da região quando se considera a atual taxa de desmatamento e de incêndios.

Fearnside falou no seminário internacional "Aquecimento Global: a responsabilidade do poder legislativo no estabelecimento de práticas ambientais inovadoras", organizado pela Câmara dos Deputados. Segundo ele, o Brasil será um dos países mais prejudicados pelo aquecimento global, e por isto deve assumir uma liderança internacional no combate ao desmatamento.

Algumas pesquisas indicam que, em função do aquecimento global, a temperatura média da Amazônia pode aumentar 14°C, o que terá efeitos devastadores na região.

Já o coordenador de Pesquisas do Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (Ipam), Paulo Moutinho, disse que o Brasil é um grande emissor de gases do efeito estufa e que 75% destas emissões são provenientes do desmatamento. Deste total, 70% está diretamente ligado às queimadas para abrir pastos para a criação de gado. O Brasil é hoje o principal exportador mundial de carne bovina. Moutinho disse que os países em desenvolvimento deveriam receber compensações pela conservação de suas florestas, proposta tratada em círculos diplomáticos pelo Governo Lula.

Para reduzir em 60% a emissão de gases, o Brasil precisaria de US$ 1 bilhão a US$ 5 bilhões por ano. Para eliminar as emissões associadas ao desmatamento, o valor varia de US$ 3 bilhões a US$ 8 bilhões, diz o pesquisador.

Há duas semanas a ministra do Meio Ambiente Marina Silva anunciou que o Brasil conseguiu reduzir a taxa de desmatamento da Amazônia. Segundo a ministra, neste ano devem ser devastados ilegalmente cerca de 9.600 quilômetros quadrados, diante dos 14 mil quilômetros quadrados destruídos entre agosto de 2005 e julho de 2006.

Materia republicada do site Ecodebate

Publicado por Evandro Ferreira 0 comentários Digg! Link Permanente Envie este artigo para um amigo

quarta-feira, agosto 29, 2007

É BOM SER PLATÉIA, ATOR E CRÍTICO AO MESMO TEMPO...

[Em outras palavras: "eu cometo o crime e eu mesmo decido a minha punição"]

Procuradores mantém promotor acusado de homicídio no cargo


O órgão especial do Colégio de Procuradores do Ministério Público de São Paulo decidiu nesta quarta-feira que o promotor Tales Ferri Schoedl, acusado de homicídio, permanecerá no cargo. A manutenção do voto foi definida por diferença de apenas um voto. O placar final da votação do colégio foi 16 contra 15.

Com a decisão, o conselho beneficia o promotor, que não poderá ir a júri popular no caso do assassinato do jovem Diego Mendes, de 20 anos. A decisão frustrou a expectativa dos pais do garoto, que antes do resultado afirmaram estar confiantes numa decisão que levasse o promotor a responder pelos crimes em júri popular.

Schoedl está afastado das funções desde a ocasião do crime, em 2004, mas mantém o cargo de promotor substituto e, por isso, recebe mensalmente R$ 10.500 de salário. No Ministério Público, cada promotor se torna vitalício depois de exercer a carreira por dois anos. Quando o crime ocorreu, Schoedl era promotor substituto, em Iguape (litoral de São Paulo), havia apenas um ano e três meses. No caso dele, portanto, o não-vitaliciamento significaria a expulsão do órgão.

Em agosto de 2005, Schoedl chegou a ser exonerado. Em janeiro de 2006, no entanto, uma liminar dada pelo desembargador Canguçu de Almeida, vice-presidente do TJ, reconduziu o promotor ao cargo.

O assassinato ocorreu na saída de um luau. As vítimas faziam parte de um grupo que teria mexido com a namorada de Schoedl. Ele foi preso horas depois do crime e alegou legítima defesa. O acusado disse que foi cercado após uma discussão e que disparou contra o chão, para dispersar os rapazes, que teriam imaginado que as balas eram de festim. Acuado, então, ele atirou na direção dos jovens. Entretanto, ao contrário da versão apresentada por Schoedl, testemunhas ouvidas pela polícia disseram que, após passar pelo grupo de jovens, o promotor iniciou uma discussão, por achar que eles olharam para sua namorada. Em seguida, teria sacado a arma, atirado no chão e depois na direção dos garotos. Diego Mendes, 20, que era jogador de basquete, não resistiu aos ferimentos e morreu.

Com informações da Folha Online e Estadão.com
Publicado por Evandro Ferreira 0 comentários Digg! Link Permanente Envie este artigo para um amigo

A CHUVA DA SEGUNDA-FEIRA

Dr. Foster Brown publicou nota no site do grupo GTP-Queimadas alertando que as chuvas de segunda, associadas à friagem, podem reduzir o perigo futuro de incêndios acidentais em florestas, dependendo onde e quanto caíram as
chuvas.

Ele usou uma imagem do CPTEC (ao lado) que estima a quantidade e os lugares onde a chuva caiu usando como base a temperaturas das nuvens. Na parte de baixo da imagem tem a escala da quantidade de chuvas. Cor esverdeada significa mais chuva acumulada, e cor marrom menos chuva.

Dr. Brown não confia totalmente na estimativa do CTPEC e fez algumas verificações sobre onde e quanto de chuva caiu no Acre durante a segunda-feira passada. Foram registrados 43.6 mm em Rio Branco (Defesa Civil) e 1.1 mm em Cobija. Quase não caiu chuva em Plácido de Castro e houve pouca chuva em Epitaciolândia. Todas as checagens concordaram com o que a imagem do CTPEC mostra.

Faltou chuva em algumas áreas da região

Assumindo que a falta de chuva na imagem seja real, esta friagem não trouxe chuvas significativas para a area entre Puerto Maldonado, Madre de Dios, Peru e Cobija, Pando, Bolivia e na fronteira de Acre e Pando. Áreas isoladas ao sul de Cruzeiro do Sul, sul de Feijo, sul de Sena Madureira e perto de Pucallpa parecem que não receberam chuvas. Se esta situação for verdadeira, o potencial de incêndios florestais vai aumentando a cada dia que passa sem chuva porque basicamente não choveu em agosto e as chuvas foram insignificantes em julho e junho.

Choveu demais em outras

Segundo o leitor assíduo Kennedy, choveu muito em todo estado na segunda. Em Tarauacá foram 88,2 mm, em Cruzeiro do Sul 10 mm e em Rio Branco 35,4 mm. Segundo ele, foi o maior volume de chuvas em um só dia em nossa capital desde o dia 17 de junho, quando choveu 44 mm. Quanto a chuva que caiu em Tarauacá, Kennedy acredita que em um único dia tenha caído chuva em volume superior ou próximo a média histórica de todo o mês de agosto.
Publicado por Evandro Ferreira 0 comentários Digg! Link Permanente Envie este artigo para um amigo

Publicado por Evandro Ferreira 0 comentários Digg! Link Permanente Envie este artigo para um amigo








Remédio para colesterol reduz risco de Alzheimer, diz estudo


Medicamentos que ajudam no tratamento do colesterol alto podem ajudar a proteger contra o mal de Alzheimer, segundo um estudo da Escola de Medicina da Universidade de Washington, nos Estados Unidos.

Portadores de HIV são enterrados vivos em Papua Nova Guiné

Portadores do vírus HIV, que provoca a Aids, estão sendo enterrados vivos, em Papua Nova Guiné, por familiares temerosos de contrair a doença, informou nesta segunda-feira a imprensa local.

Leis anti-biopirataria prejudicam pesquisa no Brasil, diz NYT

O caso do primatólogo holandês naturalizado brasileiro Marc van Roosmalen, condenado a 16 anos de prisão em Manaus sob acusação de biopirataria, é um exemplo das leis e normas governamentais brasileiras apontadas por cientistas locais e estrangeiros como inibidores da pesquisa no país, segundo reportagem publicada nesta terça-feira pelo diário americano The New York Times.

Estudo explica preferência de mulheres por homens mais velhos

Cientistas austríacos dizem ter descoberto uma explicação biológica para o fato de os homens se relacionarem mais comumente com mulheres mais jovens. Segundo pesquisadores da Universidade de Viena, casais nos quais o homem é alguns anos mais velho que a mulher têm mais filhos do que outros casais, o que poderia ter levado a uma preferência baseada em pressões evolutivas.

Governo abre mão de obrigar a venda de remédios fracionados

Pressão de laboratórios no Congresso derruba projeto que tornaria obrigatória a venda de remédios por unidade. O Ministério da Saúde abriu mão da idéia de tornar a venda de remédios fracionados (por unidade) obrigatória no País. Sem poder enfrentar a pressão dos laboratório farmacêuticos contra o fracionamento, o governo agora defende que a indústria venda cada remédio em duas caixas de tamanhos diferentes - uma com a quantidade padrão de comprimidos e outra com uma quantidade diferente. Alguns remédios são vendidos assim, mas não há obrigação.

Brasil precisa correr para cumprir meta de saneamento da ONU

Meta de combate à miséria foi atingida, de acordo com relatório apresentado pelo governo federal. O Brasil precisará reforçar investimentos para cumprir a meta de saneamento básico que está entre os Objetivo de Desenvolvimento do Milênio firmados pela ONU, de acordo com dados do Terceiro Relatório Nacional de Acompanhamento, lançado em Brasília pelo governo federal.

Mundo precisa de US$ 200 bi anuais contra aquecimento, diz ONU

O mundo precisa de investimentos entre US$ 200 bilhões e US$ 210 bilhões ao ano até 2030 para controlar o aquecimento global, segundo documento das Nações Unidas. O tema começa a ser discutido nesta segunda-feira em uma conferência de cinco dias em Viena, capital da Áustria.
Publicado por Evandro Ferreira 0 comentários Digg! Link Permanente Envie este artigo para um amigo

Publicado por Evandro Ferreira 0 comentários Digg! Link Permanente Envie este artigo para um amigo





Publicado por Evandro Ferreira 0 comentários Digg! Link Permanente Envie este artigo para um amigo

CNPq E CAPES COBRAM R$ 54 MILHÕES DE EX-BOLSISTAS

Desde 2002, o governo federal pediu a devolução de cerca de R$ 54 milhões que ex-bolsistas de doutorado favorecidos por ajuda oficial teriam recebido de forma irregular.

Angela Pinho, da Folha de S.Paulo

O levantamento da CGU (Controladoria Geral da União) envolve a Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) e o CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico) --principais fomentadores do benefício.

Os motivos dos processos variam de irregularidades como o abandono dos estudos até a falsificação de documentos. A maioria dos casos, porém, é de ex-bolsistas que fizeram doutorado no exterior e não cumpriram a norma de ficar no Brasil por igual período.

Os "doutores que se formam no exterior" foram alvo de crítica do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ele disse haver "contra-senso" entre os que criticam o Bolsa Família e não a "bolsa de US$ 2.000 para um doutor se formar no exterior".

O número de cobranças é pequeno em relação ao de bolsas concedidas. Só o CNPq ofereceu 249.632 entre 2002 e 2006, em um total de R$ R$ 3,1 bilhões. Mas o valor pode ser alto para uma só pessoa, e quem não paga ainda tem o nome enviado ao Cadin -banco de dados de devedores do governo.

É o caso de Cristina Campolina, coordenadora do curso de história da Universidade Federal de Minas Gerais. O TCU a condenou a devolver R$ 655 mil de sua bolsa de doutorado para a Universidade de Illinois (EUA) entre agosto de 1986 e fevereiro de 1991.

Em sua defesa, ela disse que vive em "extrema penúria financeira", mas não adiantou. O tribunal determinou que ela quite a dívida e lhe aplicou uma multa de R$ 22 mil. Campolina afirma que não terminou a tese porque seu orientador dizia que só aceitaria o trabalho se ele tivesse documentos inéditos, os quais ela nunca achou.

Diante da impossibilidade de quitar a sua dívida, ela diz que tentará revalidar os créditos do doutorado no Brasil e defender a tese na UFMG. Porém, como não cumpriu o prazo para a devolução do dinheiro --acrescido de juros pela demora no pagamento--, deve ser acionada pela Advocacia Geral da União.

É o mesmo caso do físico Ricardo de Paula e Silva Masetti Lobo. Em 2004, ele foi condenado pelo TCU a devolver R$ 184 mil. Lobo fez doutorado na França entre 1992 e 1996. Após apresentar sua tese, passou um período nos Estados Unidos e foi para Paris, onde vive hoje.

Embora afirme que há "excelentes" órgãos de pesquisa no Brasil, ele diz que desistiu de voltar porque, na época, não havia laboratórios em sua área de pesquisa no país -uma propriedade específica de "luz síncrotron", no campo da física de partículas. O TCU, porém, rejeitou seu argumento.

"Se a obrigação [voltar ao Brasil] não foi cumprida (...) significa que recursos pertencentes à sociedade brasileira, sabidamente escassos, foram empregados em proveito pessoal do bolsista e, até mesmo, em proveito do país que passou a abrigá-lo", disse na decisão o relator, Augusto Cavalcanti.

Lobo lamenta que a questão tenha chegado ao tribunal. "A discussão deixou de ser científica e virou administrativa." A Capes e o CNPq, porém, argumentam que a caso só vai ao TCU depois do fracasso de uma "negociação amigável".

O presidente da Capes, Jorge Guimarães, cita como medidas para tentar impedir que pesquisadores não voltem ao Brasil acordos com embaixadas para não renovar o visto de bolsistas e até uma análise mais criteriosa antes de conceder bolsas em áreas que o risco do não-retorno é maior, como economia.

O ministro da Educação, Fernando Haddad, fala também no programa de pós-doutorado criado pela pasta e na contratação de 10 mil professores para universidades federais desde 2003 como incentivos à permanência dos doutores no Brasil.

Publicado por Evandro Ferreira 0 comentários Digg! Link Permanente Envie este artigo para um amigo

UTILIDADE PÚBLICA: LEITE BARATO!

Enquanto na rede monopolista de supermercado da cidade, a rede Araújo, o leite longa vida é vendido por R$ 2,10, um pequeno supermercado que fica no Manoel Julião (Pague Pouco me parece ser o nome) está vendendo o mesmo produto por R$ 1,66. Isto já faz mais de uma semana.
Publicado por Evandro Ferreira 0 comentários Digg! Link Permanente Envie este artigo para um amigo

terça-feira, agosto 28, 2007

ACABOU A FRIAGEM!

Essa massa de ar frio passou. Vejam ao lado que a imagem do satélite MODIS de hoje pela manhã mostrava que o "rabo" da massa de ar frio sobre a Bolívia estava menos compacto e imperfeito do que a parte que "nublava" nossa cidade (clique na imagem para obter os detalhes das legendas).

Na parte da tarde o sol voltou a brilhar pois a massa de ar frio estava se dissipando, mas a temperatura ainda está agradável. Às 17 horas a estação meteorológica do Aeroporto de Rio Branco indicava 23°C e 53% de umidade relativa.

Kennedy, o leitor assíduo do Blog, alerta a todos, entretanto, que "Um novo pulso frio com menor intensidade deve chegar nesta quinta-feira 30/08), até sábado as temperaturas devem ficar ligeiramente altas no periodo da tarde e frio a noite, o calorão forte só deve voltar no domingo. Há uma pequena probabilidade de chuva amanhã (quarta), atecedendo a chegada desse novo pulso frio".

Torço para que você esteja certo Kennedy. Precisamos de chuvas e de temperaturas amenas.
Publicado por Evandro Ferreira 1 comentários Digg! Link Permanente Envie este artigo para um amigo

ACREANOS, OS FUTUROS "COLOMBIANOS" DO BRASIL

Vocês já notaram como aumentou de forma dramática a prisão de acreanos em aeroportos e estradas do Brasil carregando fartas quantidades de drogas?

Isto sem falar na grande quantidade de conterrâneos que são presos transportando a droga para a capital usando a BR-317, entre Brasiléia e Rio Branco, e no Aeroporto da capital tentando sair do Estado. Não se pode deixar de mencionar as dezenas de pessoas que são presas tentando sair de Cruzeiro do Sul, ou na chegada a Rio Branco.

Se considerarmos que apenas uma fração pequena dos traficantes é capturada pela polícia, pode-se estimar que centenas de pessoas estejam envolvidas no tráfico interno e externo de drogas no Estado.

É claro que a polícia não tem dado conta de conter ou pelo menos causar uma diminuição drástica no transporte de entorpecentes. E as autoridades responsáveis pela política de combate ao tráfico no Estado parecem se contentar em fazer publicar na imprensa local algumas das prisões como forma de prestar contas à sociedade.

É preciso fazer mais, muito mais, pois acreanos inocentes estão pagando um alto preço por esta falta de controle no tráfico de entorpecentes no Estado.

Tem sido cada vez mais freqüente os casos de conterrâneos honestos que são rigorosamente revistados em barreiras policiais fora do Estado. Os policiais de Rondônia e Mato Grosso já estão ficando a acostumando com a seguinte situação: “se o veículo tiver placas do Acre, pode parar que existe possibilidade de se encontrar drogas em seu interior”.

Nos aeroportos isso já acontece. Quem viaja de Rio Branco para Brasília já observou que as bagagens desses vôos demoram mais do que o normal para serem entregues nas esteiras. A razão é que elas passam antes em máquinas de raio x. Só falta a polícia colocar cães farejadores na porta de saída dos aviões.

É uma discriminação que causa tristeza e revolta. Em parte resultado da ineficiência da polícia local. Coisa similar acontece com os Colombianos de bem quando têm que viajar para fora de seu país.

Há alguns anos conheci uma Colômbia que vivia nos Estados Unidos, casada com um colega americano. Ela é uma pessoa educada, alegre e comunicativa, mas ficava triste cada vez que lembrava suas viagens ao exterior.

A mais vexatória de todas foi a que fez à Europa pré-União Européia, alguns anos antes dela obter cidadania americana. Ela contou que em todo porto, aeroporto, estação de trem ou de ônibus, onde quer que existisse um policial para checar passaporte, ela era separada do grupo de amigos que faziam parte do grupo em que viajava e era rigorosamente revistada. O fato de ser “colombiana” causou a perda de conexões de vôos, trens e ônibus. No final da viagem sua presença passou a ser um incômodo para o grupo.

A situação para os acreanos ainda não chegou a esse ponto, mas se algo não for feito com urgência para conter o tráfico de drogas no Estado, vamos passar a ser discriminados da mesma forma que os colombianos. Vamos ser os “colombianos” do Brasil.

Publicado por Evandro Ferreira 2 comentários Digg! Link Permanente Envie este artigo para um amigo

Publicado por Evandro Ferreira 0 comentários Digg! Link Permanente Envie este artigo para um amigo

Publicado por Evandro Ferreira 0 comentários Digg! Link Permanente Envie este artigo para um amigo

FRIAGEM NO ACRE

SEGUNDA TARDE MAIS FRIA DO ANO EM RIO BRANCO

Ontem foi a segunda tarde mais fria do ano em nossa cidade. Às 17 horas a temperatura tinha baixado para 17°C na estação meteorológica do Aeroporto de Rio Branco


Kennedy, leitor do Blog, comentou ainda ontem sobre a expectativa de termos uma das temperaturas mais baixas do ano na madrugada de segunda para terça:

"...caramba, às 17hs (dados do aeroporto de Rio Branco) - Temperatura 17°C, Umidade Relativa do Ar 100%, Chuva, vento Sul a Sudoeste a 23 km/h... Eu tenho um histórico de temperatura no meu computador, e hoje foi a 2ª tarde mais fria do ano em Rio Branco, perdendo apenas pro dia 9 de maio quando fez 16°C durante à tarde, e no dia 24 de maio fez 18°C durante à tarde. E a temperatura acaba de cair mais, às 17hs era 17°C, agora 18hs apenas 16°C... será que vai bater o recorde de temperatura do ano de madrugada??? o recorde é de 12,7°C na madrugada do dia 30 de julho..."

Bom Kennedy, os dados do Agritempo ainda não disponibilizaram o balanço final das máximas e mínimas para o dia de ontem. Se você tiver novidades, me avisa.

Para hoje, o gráfico do INPE acima indica tempo nublado e pancadas de chuva. Tomara que estejam errados. Espero que chova tanto quanto ontem. Estou gostando muito do que aconteceu. Chuva, friagem e baixa temperatura...leva mais tempo para o solo secar novamente. Queimadas só daqui a uma semana.

Na imagem de satélite o leste do Estado estava encoberto pela massa de ar frio

Vejam também como o satelite MODIS mostra a situação ontem no Acre por volta do meio dia: tempo encoberto por nuvens de verdade (não é fumaça). E no canto inferior direito pode-se ver a massa de ar frio que estava chegando com força total. Vamos conferir hoje depois do meio dia a extensão desta frente fria para saber se vai durar o resto do dia.
Publicado por Evandro Ferreira 0 comentários Digg! Link Permanente Envie este artigo para um amigo

DOENÇAS NA VELHICE

A importância de se investigar as razões da maior suscetibilidade dos idosos às doenças

Por Washington Castilhos, do Rio de Janeiro, 28/08/2007

Agência FAPESP – O processo de envelhecimento se reflete diretamente no sistema imunológico, diminuindo sua capacidade de resposta. Por conta disso, investigar os mecanismos responsáveis por essa resposta menos eficaz e a vulnerabilidade das pessoas mais velhas às doenças, como a gripe, é uma importante preocupação dos especialistas em saúde.

No caso da doença causada pelo vírus influenza, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda a vacinação em indivíduos com idade acima de 65 anos. É nessa faixa etária que o risco de contrair a doença atinge o ápice.

Segundo uma pesquisa realizada pelo Instituto Biomédico de Pesquisa em Envelhecimento, em Innsbruck, na Áustria, um outro vírus pode estar por trás dessa vulnerabilidade. Trata-se do CMV, ou citomegalovírus, fonte comum de infecções em humanos e que geralmente permanece latente no organismo.

“As pessoas mais jovens têm um número grande de novos linfócitos, os quais respondem imunologicamente a todos os antígenos, matando células infectadas. Durante a vida, são acumulados cada vez mais linfócitos específicos. Como muita gente tem o CMV no organismo, acaba acumulando células específicas para o vírus. O resultado são menos células livres para responder a outros antígenos”, explicou Angelika Schwaninger (foto acima), responsável pelo estudo no instituto austríaco que avaliou 48 homens e mulheres com idade acima de 65 anos.

“O que acontece é que essas pessoas têm menos linfócitos específicos para o vírus influenza, menos anticorpos contra esse agente”, disse à Agência Fapesp a pesquisadora que participou do 13º Congresso Internacional de Imunologia, realizado no Rio de Janeiro na semana passada.

Segundo Angelika, o motivo de os idosos serem mais vulneráveis à gripe pode estar relacionado à falta de produção de células novas, as quais reagem a qualquer antígeno. “O CMV suprime a resposta imunológica para outros antígenos em pessoas mais velhas. Como não se pode matar as células específicas a esse vírus, pois precisamos delas, uma vacinação seria ineficaz”, afirmou a pesquisadora.

Para a cientista, a melhor estratégia para quem tem mais de 65 anos continua sendo a vacinação contra a gripe. O estudo põe em evidência outras alternativas que explicam a maior potencialidade do vírus influenza em idosos, uma vez que, até agora, a fraca resposta imune era creditada à capacidade de mutação do vírus da gripe. “Sem dúvida, esse é um fator, mas temos que continuar estudando os outros mecanismos”, disse Angelika.

Publicado por Evandro Ferreira 0 comentários Digg! Link Permanente Envie este artigo para um amigo

segunda-feira, agosto 27, 2007

ENQUANTO O HOMEM BRANCO LUTA PARA DESTRUIR O MEIO AMBIENTE...

...os índios do Iaco se redimem do mal que fizeram à natureza.
















Não, as armas que você vê na foto de baixo não são para caçar animais. Segundo o autor das mesmas elas servem para proteger os membros da equipe de campo de um eventual ataque dos índios "brabos", que podem dar na praia a qualquer momento.


Vejam amanhã esta história interessante.
Publicado por Evandro Ferreira 0 comentários Digg! Link Permanente Envie este artigo para um amigo

CHOVE CHUVA, CHOVE SEM PARAR...

Comentário do Kennedy, leitor do Blog: "chove chuva, chove sem parar...hehehe"

É isso mesmo, a risada no final tem que ser bem boa, afinal a cada minuto que passa a terra fica mais encharcada e o fogo que viria fácil vai ficando mais difícil.


SÓ NO ACRE...

Resposta do Kennedy:

Essa friagem ia trazer muita chuva, ja era certo, de acordo com institutos de meteorologia, mas os mesmos não indicavam muito frio. Mas a temperatura está caindo muito, de acordo com aeroporto internacional de Rio Branco fazia 19°C às 15hs... E de manhã chegou a fazer 33°C... coisas do Acre, uma queda de 33° pra 19°C, em apenas 3 ou 4hs... quando chegar a noite a temperatura deve cair ainda mais... hoje no inicio da manhã a temperatura era de apenas 10°C em Santa Cruz-Bolivia, e todos sabem que o frio passa por lá a caminho do Acre.

Resposta de Evandro: espero que essa coisa se estabilize. O pessoal em casa tá gripado e estas mudanças bruscas de temperatura não ajudam em nada. Com esse tempo maluco até cachorro tá correndo risco de vida. Falei com muita gente e parece que tem um mal afetando muitos caninos cidade afora. Uns dizem ser pneumonia...Os veterinários estão faturando. Até agora os meus sobreviveram, a dois veterinários, desses que dão doses cavalares de remédio, do tipo ou cura ou morre. Coitado dos amigos fiéis...
Publicado por Evandro Ferreira 4 comentários Digg! Link Permanente Envie este artigo para um amigo





*Inclui algumas notas publicadas originalmente no Domingo
Publicado por Evandro Ferreira 0 comentários Digg! Link Permanente Envie este artigo para um amigo

Publicado por Evandro Ferreira 0 comentários Digg! Link Permanente Envie este artigo para um amigo

QUE CHOVA O RESTO DO DIA!

Chego em casa para o almoço e o chuvisco previsto pelo INPE tá parecendo mais uma daquelas chuvas de fim de inverno. Forte e constante. Tomara que chova o resto da tarde. Quero ver o que os incendiários que estão de plantão para queimar nos próximos dias vão fazer, agora que a mato derrubado vai ficar umedecido. O fogo vai ser choco, mas a fumaça branca vai subir de qualquer forma.
Publicado por Evandro Ferreira 1 comentários Digg! Link Permanente Envie este artigo para um amigo

CLIMA NO ACRE NOS PRÓXIMOS DIAS

Seca no leste do Estado já passa dos 30 dias. A previsão para os próximos dias é de pouca chuva, uma queda de temperatura e mudança na direção do vento que poderá trazer fumaça para a região de Rio Branco


A região leste do Acre está sofrendo uma seca que já passa dos 30 dias. No gráfico de precipitação acumulada do INPE ao lado (clique para ampliar), dá para observar que toda a região localizada a leste do eixo Assis Brasil-Sena Madureira está afetada pelo fenômeno (cor branca no mapa). As chuvas que caíram na região nos últimos 30 dias foram apenas pancadas esparsas.

No restante do Estado tem chovido e a acumulação em lugares como o vale dos rios Tarauacá e Juruá é estimada entre 50 e 100 mm (cor esverdeada).

Dá para observar que todo o Mato Grosso e Rondônia estão ainda mais afetados pela falta de chuvas no período. Isto significa dizer que a temporada de queimadas nestes Estados vai ser memorável em 2007.

Observem que a seca atinge também a Bolívia. Olhando o mapa dá para entender porque o rio Madeira tem estado muito baixo nas últimas semanas. O mesmo vale para o rio Acre, cujas cabeceiras e todo o seu vale estão afetados, ainda que em menor grau, pela seca.

Pouca chuva e queda de temperatura para a região de Rio Branco

Nesta semana que começa a previsão para a nossa região é de chuva pouco significativa para hoje (27). Nos demais dias a seca continua (vejam gráfico ao lado - clique para ampliar). A boa notícia é que haverá a chegada de uma frente fria entre hoje e amanhã que fará a temperatura cair para cerca de 15°C na terça. Entre terça e quarta a temperatura não deverá passar dos 24ºC. Um alívio para quem teve que suportar 36°C ontem (domingo).

A umidade relativa do ar vai variar entre 40% e 100%.

Fumaça poderá cobrir os céus da cidade nos próximos 6 dias

Outro dado interessante da previsão do INPE é que haverá mudança na direção do vento, que deverá passar a se mover no sentido noroeste, com picos de até 10 km/h. Nos últimos cinco dias ele soprou no sentido sul-sudeste (veja gráfico ao lado - clique para ampliar). Esta mudança na direção do vento vai aumentar a possiblidade de acúmulo significativo de fumaça sobre a nossa cidade. Portanto, queimadas na região de Capixaba, Xapuri e Brasiléia poderão trazer problemas. É bom que o Imac e Ibama fiquem em alerta. O vento poderá trazer também fumaça de Rondônia e Mato Grosso.

Sobre a fumaça vinda destes lugares e da Bolívia, cabe um comentário. Muitos por aqui acham que a fumaça que chega a Rio Branco é consequência da destruição e do fogo causados pelos acreanos. Para muitos, fogo e fumaça é uma questão política e não cultural. Eles resultam da inércia do governo e de quem deveria cuidar do assunto. Para mim, essas pessoas deveriam completar seus comentários com frases do tipo: "votem em mim nas próximas eleições que eu resolvo o assunto!". É, porque para elas a lei da física não se aplica ao caso acreano e a fumaça da Bolívia, Rondônia e Mato Grosso não deve ter passaporte ou é barrada na divisa do Acre pelos policiais a serviço do governo.

Por muito tempo eu também acreditei que o homem nunca foi a lua. Tudo tinha sido uma armação da NASA e dos estúdios de Hollywood...
Publicado por Evandro Ferreira 0 comentários Digg! Link Permanente Envie este artigo para um amigo

domingo, agosto 26, 2007

QUEIMADAS EM RONDÔNIA

Estado está coberto por fumaça de queimadas

Vejam a diferença entre o que está acontecendo em Rondônia e no Acre. Lá a grande quantidade de queimadas tem produzido, nos últimos dias, uma constante cobertura de fumaça que prejudica a operação do Aeroporto de Porto Velho e tem levado centenas de pessoas aos hospitais. Lembra muito o cenário que vivemos em Rio Branco em 2005.

A imagem ao lado (clique para ampliar) foi tomada pelo satélite MODIS no domingo. Vejam que tudo que está no lado direito da linha laranja está coberto por fumaça de queimadas. É óbvio que parte da fumaça que atinge o Estado vizinho pode estar sendo trazida do Mato Grosso e da Bolívia pelo vento.

Enquanto isso no Acre..."céu de brigadeiro". É o mínimo que podemos concluir pois estamos chegando no final da temporada de queimadas, que deve ocorrer até o dia 15 de setembro próximo e nada de emergência, fechamento de aeroporto...Tem alguma coisa estranha acontecendo este ano no Acre.

É bom ser subdesenvolvido!
Publicado por Evandro Ferreira 1 comentários Digg! Link Permanente Envie este artigo para um amigo

JIPE GURGEL VOLTARÁ A SER FABRICADO

Velho conhecido dos acreanos ressurge com motor 1.4 refrigerado a água

Quem viveu no Acre nos anos 80 lembra que naquela época quem não podia comprar uma autêntica caminhonete 4x4 (as opções eram a F-75 e a Toyota Bandeirantes) terminava tendo que adquirir um jipinho da Gurgel.

Barulhento, desconfortável, quente, trepidante, sem tração 4x4...mesmo assim ele vendeu muito por aqui. A Emater, por exemplo, tinha uma frota considerável destes jipes. Quem é extensionista e trabalhou naquela época nos polos agrícolas e Nari's, com certeza teve a oportunidade de dirigir o carro.

Ele deixou saudades e, demonstrando uma durabilidade incrível, ainda hoje existem muitos deles rodando por ai.

Pois bem. Esta semana li com surpresa no Jornal do Carro que o Gurgel vai voltar a ser fabricado. Um
empresário do interior de São Paulo, após adquirir por R$ 850 a marca que estava sem registro junto ao Instituto Nacional da Propriedade Industrial, vai trazer de volta às ruas o jipinho nacional. Para atender a nova legislação relacionada com a poluição, o jipe, batizado de X12 TR Tocantins, receberá motor 1.4 da Volkswagen refrigerado a água (o mesmo que é usado na Kombi), com 84 cv de potência . O anterior era o VW 1.6 a ar rendia 60 cv.

A produção está prevista para ter início no primeiro semestre de 2008, em uma fábrica de 12 mil metros quadrados que está em construção na cidade de Três Lagoas - M.S. O novo Tocantins deverá custar menos de R$ 40 mil reais e segundo o atual proprietário da marca, as primeiras 300 unidades já têm dono.

No Acre é quase certo que muitas unidades do "novo" jipe serão vendidas. É que embora já tenham se passado mais de 15 anos do final da produção do mesmo, as estradas vicinais do Estado continuam na mesma: intrafegáveis no inverno para veículos comuns.

Além disso, se você quiser comprar um verículo 4x4 o problema não é a falta de opção, mas o preço exagerado. Nenhum deles sai por menos de R$ 70 mil. Se o Gurgel for oferecido por menos de R$ 40 mil, com certeza vai vender bastante. Afinal quem é maluco de colocar um Ecosporte de mais de R$ 50 mil na lama?
Publicado por Evandro Ferreira 3 comentários Digg! Link Permanente Envie este artigo para um amigo