AMBIENTE ACREANO: TOMAR BANHO COM ÁGUA QUENTE DEMAIS PODE CAUSAR COCEIRA
Google
Na Web No BLOG AMBIENTE ACREANO

sexta-feira, setembro 11, 2009

TOMAR BANHO COM ÁGUA QUENTE DEMAIS PODE CAUSAR COCEIRA

Denise Mota
colaboração para a Folha de S.Paulo

Se você sente coceira após o banho e acha que a culpa é da água, pense duas vezes: a urticária aquagênica, ou alergia à água, é extremamente rara.

"Em toda a literatura médica mundial, deve haver registrados um máximo de 20 ou 30 casos desse tipo", diz Maria de Fátima Marcelos Fernandes, chefe da Seção de Diagnóstico e Terapêutica do Serviço de Alergia e Imunologia do Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo e uma das diretoras da Associação Brasileira de Alergia e Imunologia.

Provavelmente, o culpado pelo incômodo é o banho quente e prolongado -ou seja, não se trata da água em si, mas da sua temperatura e da exposição duradoura a ela, além de várias aplicações de sabonete.

"A pele perde seu manto lipídico [de gordura] protetor, resultando em prurido [coceira], pele ressecada e mesmo eczemas. Eventualmente a sensibilidade a determinadas substâncias presentes nos sabonetes e xampus também pode ser a causa [da coceira]", explica Osmar Rotta, professor e chefe do Departamento de Dermatologia da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo).

O problema afeta principalmente pessoas de idade mais avançada. "À medida que a pele vai envelhecendo, ela vai perdendo um pouco de sua hidratação", afirma Fernandes.

Um banho relativamente rápido, de não mais do que dez minutos, com água em temperatura moderada e uma vez por dia -independentemente de se estar no inverno ou no verão- é o que a médica recomenda para que coceiras dessa natureza não apareçam ou se manifestem com menor intensidade.

"Tudo depende das características da pele de cada um. Pessoas que têm pele mais sensível, que em geral são os alérgicos, devem ter mais cuidado", diz. "O banho não deve ser muito quente, mas também não precisa ser desagradável."

Outra medida que ajuda é hidratar a pele até três minutos após o banho. A pessoa pode usar o hidratante de sua preferência. Se for detectada alguma sensibilidade ao produto, o hidratante correto deve ser indicado por um profissional.

Quem tem pele seca também apresenta maior possibilidade de sentir coceiras depois do banho. "Isso não tem nada a ver com algum tipo de urticária, de alergia, é uma sensação causada por conta da pele seca mesmo", diz Fernandes.

O contato com substâncias frias também pode causar pruridos, apesar de a urticária causada pelo frio ser rara. Ela acontece quando a pessoa lida com água fria ou se expõe a baixas temperaturas, ao ar frio ou até quando bebe líquidos muito frios ou alimentos gelados, como sorvete. O sintoma é o inchaço no lugar do corpo em que houve contato com o ambiente ou a substância fria. Em geral, a urticária ao frio se manifesta pela primeira vez no paciente durante o inverno. Pode ocorrer em diversos graus e, em um extremo, provocar choque anafilático, com risco de morte.

Exercício

A urticária pós-banho que não é a aquagênica chama-se colinérgica. Ela pode ser desencadeada não só pela utilização excessiva da água quente como por estresse ou outros problemas emocionais, assim como pela realização de exercícios. "Qualquer esforço físico pode causar urticária. Se a pessoa tiver prurido, deve consultar um dermatologista", reforça Rotta.

Os sintomas da urticária colinérgica são o aparecimento de "áreas pequenas elevadas [pápulas] ou maiores [placas]", de acordo com o professor da Unifesp. Esses sinais podem surgir logo após o banho ou depois da realização de exercícios com duração variável -que podem ser minutos ou horas.

Já no caso da urticária aquagênica, os sinais são o aparecimento de urticas -eritema mais edema, ou vermelhidão mais inchaço- difusas, de pequenas dimensões, que duram cerca de duas horas. O tratamento dos dois tipos de urticária é feito com anti-histamínicos prescritos por um médico.
Publicado por Evandro Ferreira 0 comentários Digg! Link Permanente Envie este artigo para um amigo

0 Comments:

Postar um comentário

Link permanente:

Criar um link

<< Home