AMBIENTE ACREANO: A IMPREVISIBILIDADE NA PREVISÃO DE CHUVAS
Google
Na Web No BLOG AMBIENTE ACREANO

sexta-feira, agosto 27, 2010

A IMPREVISIBILIDADE NA PREVISÃO DE CHUVAS

Evandro Ferreira
Blog Ambiente Acreano

O desespero que tomou conta de muitos acreanos com a longa estiagem fez com que muitos deles passassem a buscar informações climáticas para saber a situação do tempo, especialmente a previsão de chuvas para a nossa cidade.

É digno de nota a ênfase que muitos sites jornalísticos locais passaram a dar ao clima. Todos os dias têm sempre uma nota abordando o tema, indicando que os leitores realmente acessam notícias sobre o assunto.

E o público leitor que tem cumprido esse ritual diário já observou que as últimas previsões de chuvas (ou pancadas de chuvas) raramente se confirmaram.

Apenas para exemplificar: no meio da semana o site do INPE/CTPEC previa que nesta sexta (27/08) teríamos chuva. E não era uma chuvinha qualquer não, eram 8 mm de água! Mais uma vez a previsão não se concretizou.

Vejam nas figuras acima as previsões numéricas do INPE/CTPEC para Rio Branco (modelo ETA 20km). Na quarta (25), a previsão era de 8 mm de chuva para a sexta (27). Na quinta (26), a previsão caiu para menos de 2 mm. E na sexta (27) não existe qualquer previsão de chuva.

Dá para ver que a previsão climática em nosso país melhorou, mas ainda é extremamente 'imprevisível'.

É óbvio que informações precisas sobre o comportamento do clima, especialmente as chuvas, são importantes para a sociedade como um todo, pois quanto melhor a previsão climática, menores as possibilidades de desastres climáticos acontecerem sem aviso prévio. E maiores as chances da sociedade se preparar, se planejar para enfrentar caos climáticos que estão por vir.

O fato da previsão climática no Brasil ainda precisar ser aperfeiçoada decorre da falta de maiores investimentos em sistemas computacionais poderosos o suficientes para processar de forma rápida o volume de informações necessários para se fazer as previsões climáticas.

Felizmente as notícias nessa área são boas e no próximo ano a previsão climática vai ser bem melhor.

O INPE/CTPEC está adquirindo um novo supercomputador capaz de gerar previsões de tempo mais confiáveis, com mais dias de antecedência, e de melhor qualidade. Será possível prever eventos extremos com boa confiabilidade (chuvas intensas, granizo, geadas, nevoeiros, ventos fortes, ondas de calor).

O novo supercomputador, com velocidade de pico de 244 Teraflops por segundo (TFlops/s), fabricado pela empresa norte americana Cray Inc., ampliará em 50 vezes a capacidade de processamento do CPTEC, cuja atual infra-estrutura computacional está operando no limite de sua capacidade.
Publicado por Evandro Ferreira 0 comentários Digg! Link Permanente Envie este artigo para um amigo

0 Comments:

Postar um comentário

Link permanente:

Criar um link

<< Home