AMBIENTE ACREANO: É ASSIM QUE SE FAZ
Google
Na Web No BLOG AMBIENTE ACREANO

segunda-feira, março 28, 2011

É ASSIM QUE SE FAZ

Evandro Ferreira
Blog Ambiente Acreano

Fui convidado para participar da reunião realizada na sexta (25/03) pelos Senadores Anibal Diniz e Jorge Viana (PT) para discutir a reforma política em curso no Congresso Nacional.

É uma iniciativa louvável e mostra que alguns políticos ainda se preocupam em ouvir suas bases, que são, ao final das contas, as fiadoras de seus cargos.

Essa interação deveria ser algo indispensável quando o assunto debatido no Congresso tivesse ampla repercussão nacional ou dissesse respeito a temas francamente regionais ou locais.

Os benefícios são mútuos. Por um lado os políticos colhem subsídios para a tomada de decisões junto aos seus eleitores, legitimando ainda mais sua atuação parlamentar. Por outro, os eleitores tem a oportunidade de dialogar diretamente com os seus representantes no Congresso com a certeza de que consumada a eleição, seu voto não está sendo apropriado de forma inescrupulosa.

Esperamos que essa atitude dos dois senadores acreanos vire algo rotineiro. E que sirva de exemplo para outros políticos locais que acham que não devem satisfação a ninguém por sua atuação parlamentar.
Publicado por Evandro Ferreira 2 comentários Digg! Link Permanente Envie este artigo para um amigo

2 Comments:

Anonymous Zé Mané said...

Muita calma!!! Político não dá ponto sem nó. Não foi o próprio JORGE VIANA que negou a entrada em vigor do resultado do referendo do fuso horário do Acre, alegando que seria "um assunto de interesse nacional" e, portanto, teria que ser decidida pelo Congresso Nacional? Os senadores e deputados não são os representantes do povo, mas políticos eleitos que representam os interesses de alguns grupos econômicos. Essa é a democracia no Brasil. O resto é pura retórica.

13:35  
Blogger Evandro Ferreira said...

Não retiro uma vírgula do que falei a respeito da atuação do senador acreano na questão do fuso horario. Entretanto, sua atuação neste caso específico é louvável e merece crédito.

A corda foi estendida...agora se ele e outros políticos vão busca-la para se enforcar (como quase sempre fazem), ai teremos todo o direito de desconstruir alguns edifícios cujas bases são majoritariamente feitas com areia (vamos aguardar para ver).

15:04  

Postar um comentário

Link permanente:

Criar um link

<< Home