AMBIENTE ACREANO: CRISE: 100 MIL VEÍCULOS RETOMADOS DE DEVEDORES
Google
Na Web No BLOG AMBIENTE ACREANO

quarta-feira, fevereiro 25, 2009

CRISE: 100 MIL VEÍCULOS RETOMADOS DE DEVEDORES

Os bancos brasileiros têm em conjunto um estoque de pelo menos 100 mil carros recuperados de clientes inadimplentes, o equivalente à metade das vendas mensais de veículos novos no país

Inadimplência sobe e bancos retomam 100 mil veículos

Folha Online

Os bancos brasileiros têm em conjunto um estoque de pelo menos 100 mil carros recuperados de clientes inadimplentes, o equivalente à metade das vendas mensais de veículos novos no país, para desovar no mercado de autos usados, revela reportagem de Toni Sciarretta na Folha (íntegra disponível para assinantes do UOL e do jornal)

Esse estoque é mais um motivo de pressão no segmento de usados, que vive queda sem precedente nos preços e cuja falta de liquidez trava as ações para retomar a venda de carros novos. Se todos esses carros voltassem ao mercado, somariam até R$ 3,506 bilhões.

Os principais bancos que financiam veículos relatam que o volume de recuperação cresceu de 20% a 30% no início do ano em relação ao que acontecia até setembro. O alto número de recuperações de carros é culpa da alta da inadimplência, que atingiu a média de 4,3% em dezembro, o maior nível desde 2002, segundo o Banco Central.

Para a Fenabrave (associação das concessionárias), o volume de carros retomados representa pouco mais de 1% dos 9 milhões de veículos alienados no país. Na conta dos bancos, de cada 4 financiamentos inadimplentes, apenas 1 termina com a retomada.

NOTA DO BLOG: Em Rio Branco o ritmo de retomada deve ser elevado. Nas proximidades da Utilar do Bosque um estacionamento vive cheio de carros semi-novos retomados por bancos e seguradoras. Reconheço que todos são livres para fazer o que quiser com o seu dinheiro, mas tem coisas que não se compreende. Em nossa cidade, que muitos nativos gabam por ter excesso de veículos novos entupindo as ruas, muitas pessoas preferem 'ser proprietárias' de carros financiados a juros extorsivos para desfilar pela cidade e mostrar uma riqueza que não possuem. Na maioria dos casos, se você seguir uma dessas pessoas até sua moradia, verá que o carro em que andam vale mais do que a residência em que vivem - quando possuem esse bem. Na rua que divide a baixada da galinha e a Cohab do Bosque existe um cidadão que mora num quarteirão, desses que ficam em beco onde mal passa uma bicicleta. Apesar de morar mal, seu carro é um 'New Beetle' (novo fusca) importado. Sem espaço para improvisar uma garagem, ele pede a um ou outro conhecido para usar garagem ou espaços em quintais para manter seu 'precioso' longe do olhos e das mãos destruidoras dos frequentadores de uma bocada das proximidades.
Publicado por Evandro Ferreira 0 comentários Digg! Link Permanente Envie este artigo para um amigo

0 Comments:

Postar um comentário

Link permanente:

Criar um link

<< Home