AMBIENTE ACREANO: CULPA DA IMPRENSA!
Google
Na Web No BLOG AMBIENTE ACREANO

quinta-feira, janeiro 31, 2008

CULPA DA IMPRENSA!

Morreu a primeira pessoa vítima da febre amarela vacinal

Evandro Ferreira
Blog Ambiente Acreano

O site de notícias G1 informa que morreu uma mulher em São Paulo vítima de febre amarela vacinal, que ocorre quando o paciente desenvolve a doença a partir do momento em que o organismo reage à vacina.

De quem é a culpa? Muitos, obviamente, se apressarão a culpar a própria falecida, que não tinha condições imunológicas de tomar a vacina.

Eu sei em quem colocar a culpa: na imprensa!

Todo mundo foi testemunha. Sem necessidade, a imprensa transformou uns poucos casos de febre amarela em epidemia. Foram dias e dias de massacre midiático, mostrando centenas de pessoas em filas buscando vacinação.

Manchetes trombeteavam que a vacina estava em falta, causando mais desespero nas pessoas. Na verdade a vacina sempre existiu e poderia ser produzida rapidamente.

O que não seria possível é se pensar, e exigir, que postos que vacinavam 100-200 pessoas por ano, estivessem preparados, da noite para o dia, para dispensar 500-1.000 doses da vacina em um único dia!

O mais triste de tudo é que se o meio de comunicação era da oposição, não perdeu a oportunidade para acusar a situação de ser incompetente. Esse foi o caso do site Ac24Horas, daqui de Rio Branco.

Em resumo: a situação virou caso de polícia e de política. Apesar disso, só quem ganhou com isso foi a imprensa.

Se pelo menos eles tivessem informado, desde o início, que é perigoso tomar a vacina duas vezes sem respeitar o prazo de 10 anos, quem nem todas as pessoas são aptas a tomar a vacina.

O que esperar agora. Se a imprensa tiver dignidade, fará uma mea culpa por ter criado uma situação irreal. Obviamente que não fará isso.

Será que teriam coragem de mandar flores e mensagem de solidariedade para os familiares de Marizete Alves de Abreu, que faleceu mais em função da ganância midiática do que da febre amarela.
Publicado por Evandro Ferreira 0 comentários Digg! Envie este artigo para um amigo