AMBIENTE ACREANO: É POSSÍVEL VER (QUASE) TUDO DE CIMA
Google
Na Web No BLOG AMBIENTE ACREANO

quarta-feira, março 26, 2008

É POSSÍVEL VER (QUASE) TUDO DE CIMA

Pesquisadores americanos e europeus estão desenvolvendo métodos para determinar a distribuição geográfica de espécies madeireiras de alto valor comercial na região amazônica usando apenas dados de sensoriamento remoto

A pesquisa foi publicada na edição de março de 2008 da revista científica Ecological Modelling e os resultados apresentados indicam que é possível usar dados de sensoriamento remoto obtidos por satélites para prever a distribuição geográfica de espécies de plantas na floresta Amazônica.

Anteriormente, a identificação de plantas ao nível de espécie usando imagens de satélites era possível apenas nos casos de espécies oligárquicas, ou seja, as que formam populações extensas, como nos casos do buriti e do babaçu.

Para provar a viabilidade de sua inédita proposição, os pesquisadores desenvolveram modelos de distribuição para três espécies madeireiras de alto valor econômico: jacareúba (Calophyllum brasiliensis), andiroba (Carapa guianensis) e virola (Virola surinamensis), todas muito exploradas na bacia Amazônica brasileira.

Para o estudo, eles usaram uma combinação de medidas de habitat extraídas de dados de sensoriamento remoto (MODIS, QSCAT and SRTM) e informações bioclimáticas da superfície do terreno, que foram então examinadas para verificar quais os fatores mais determinantes para a ocorrência das três espécies.

Depois que os modelos de distribuição foram desenvolvidos e verificados, os resultados das taxas de ocorrência obtidos para cada uma das espécies foram testados separadamente para determinar a capacidade que o novo método tem de mapear de forma precisa a distribuição espacial das espécies estudadas.

Levando em conta a avaliação das taxas de omissão e inclusão, os autores do estudo concluíram que os modelos de distribuição baseados em dados de sensoriamento remoto contribuíram de forma significativa para a quantificação das propriedades ambientais usadas para sumarizar o nicho ecológico mais relacionado com cada uma das espécies.

De uma maneira geral, todas as espécies mostraram uma tendência de ocorrer com mais freqüência em florestas mais densas. O habitat mais adequado para a ocorrência de 'jacareúba' está associado com locais onde a floresta apresenta grande área foliar (mesmo durante os meses mais secos) e alta umidade.

A ocorrência de 'virola' depende da densidade da vegetação durante a época seca e a fenologia da vegetação, que são altamente correlacionadas com as diferenças climáticas, tais como as variações na temperatura do ar e regimes de chuvas.

Áreas de baixas elevações com vegetação mais exuberante e alto índice de plantas produzindo clorofila (high greenness index) estão entre os fatores mais importantes na determinação da distribuição geográfica de 'andiroba'.

Os autores afirmam que os modelos de distribuição de espécies estão ficando cada vez mais importantes em muitos campos da pesquisa e da conservação e concluem afirmando que o potencial de uso de dados de sensoriamento remoto para monitorar mudanças ambientais em áreas tropicais, simultaneamente ao entendimento do funcionamento dos ecossistemas, são críticos para a conservação da biodiversidade e o processo de sustentação de longo prazo dos ecossistemas.

O artigo tem autoria de Cássia Da Conceição Prates-Clarka (School of Geographical Sciences, University of Bristol), Sassan S. Saatchib (Center for Tropical Research, University of California e Jet Propulsion Laboratory, California Institute of Technology) e Donat Agostid (Naturmuseum der Burgergemeinde Bern, Switzerland), e foi publicado na revista Ecological Modelling, Volume 211, Issues 3-4, 10 March 2008, Pages 309-323.

Interpretando a imagem do post: Mapas do potencial de ocorrência da espécie 'jacareúba' baseados: (a) ‘Modelo climático’, (b) ‘Modelo Sensoriamento Remoto’ e (c) ‘Modelo combinando Clima e Sensoriamento Remoto’. Na escala de cores, o padrão verde mais escuro indica áreas com maior probabilidade de ocorrência da espécie. A imagem foi publicada na versão integral do artigo.

Acesso ao resumo expandido do artigo: clique aqui para ler, no Blog Biodiversidade Acreana,o resumo (em inglês) do artigo 'Predicting geographical distribution models of high-value timber trees in the Amazon Basin using remotely sensed data'.

Acesso à versão integral do artigo: se você estiver acessando este post de um computador conectado a uma rede da UFAC ou outras instituições federais de ensino e pesquisa, onde o Portal CAPES é de livre acesso, clique aqui para acessar a versão integral do mesmo, com mapas e tabelas.
Publicado por Evandro Ferreira 0 comentários Digg! Envie este artigo para um amigo