AMBIENTE ACREANO: E A QUALIDADE DO ENSINO?
Google
Na Web No BLOG AMBIENTE ACREANO

quarta-feira, dezembro 22, 2010

E A QUALIDADE DO ENSINO?

Só no Acre: Sindicato de professores pretende apelar para a justiça para garantir que correção de provas de concurso seja revista para permitir que candidatos que não mostraram bom desempenho possam ser classificados


Evandro Ferreira
Blog Ambiente Acreano

Leio nos sites de noticias locais que o Sinplac, um sindicato de professores, quer anular o concurso realizado pelo Governo do Estado na semana passada para preencher 800 vagas para professores de diversas áreas.

A alegação dos sindicalistas, que dizem agir em nomes de alguns candidatos prejudicados, e' de que houve insuficiência de tempo para preencher o gabarito de respostas.

Sei não. Pedir anulação porque alguns candidatos não conseguiram fazer a prova a tempo da' a impressão de que esta' se tentando premiar a incompetência. Digo isso porque acho que quem conseguiu responder a tempo não esta reclamando.

O que você acha de tudo isso leitor? O que pensar?

Eu imagino candidatos apurados, mordendo o canto da língua, se esforçando para ler as questões, passando vagarosamente o lápis em cima de cada linha para ter a certeza de que não pulou nenhuma delas...enfim...para alguns, seguramente foi difícil ler com rapidez os enunciados das questões. Quem dirá ler e entender as opções de respostas.

São esses que estão reclamando. Que estão querendo ter vez como `professores` no sistema de ensino acreano. Será que nossos filhos merecem isso?

Vamos aguardar o resultado do certame. Se houver quantidade suficiente de aprovados, e' justo deixar para la' esta idéia de anular o concurso. Seria vergonhoso e constrangedor para o sindicato que esta' reivindicando isso.

Ou sera' que esse sindicato de professores acha que qualidade de ensino não e' fundamental para o avanço da nossa educação?
Publicado por Evandro Ferreira 9 comentários Digg! Link Permanente Envie este artigo para um amigo

9 Comments:

Blogger EXERCÍCIO FÍSICO É SAÚDE - CASTRO PERSONAL TRAINER said...

A questão não é a qualidade do ensino. As questões da provaq não estava difícil, mas precisava de um tempo de pelo menos 5 minutos para ler e responder. o problema é que algumas questões tinham uma pergunta muito longa, quando iamos ler as alternativa A, B, C, D, e E. Que tambem eram extensas, tinhamos que voltar novamente na pergunta para ver o enunciado.
alem disso tinha muitas questões sem fundamento.
na minha prova não tinha questões de cálculo, maS TENHO CERTEZA, que as que fossem nece3ssário o cálculo não dava tempo para fazê-los em 4 horas.

11:33  
Blogger Evandro Ferreira said...

Senhor Evandro,

Acho que o Senhor não conhece o contexto das reclamações a cerca do concurso e, mesmo conhecendo se referiu a categoria de forma grosseira, nem todos que estão nessa situação são incompetentes como foi citado.

Maria Augusta Silva
Leitora do Blog

15:38  
Anonymous Silvirlene said...

Sr. Evandro,
Bom saber que existem pessoas preocupadas com a qualidade do ensino no Acre. E fico mais feliz quando vejo isso vindo da parte de pais de alunos ou da própria comunidade que, muitas vezes, atribui somente ao professor a obrigação de EDUCAR, TRANSFORMAR, SALVAR os seus filhos fazendo deles cidadãos descentes e dignos. Por isso, sua preocupação é muito válida, visto que essa é a forma de “aumentar a qualidade de ensino no ACRE”. Porém, surge-me uma grande inquietação quando o senhor se refere ao CERTAME com grande conhecimento de causa e o considera muito JUSTO. Acredito, como o senhor, que a alegação de tempo, de fato, é uma mera desculpa, se consideramos a sabatina a que são submetidos nossos alunos, nas 180 questões do Enem, dentre outras provas, porém, admitir que o certame tenha sido justo, somente julgando as alegações e especulação de alguns candidatos é, no mínimo, injusto para com aqueles que não se pronunciaram, e agora, segundo o seu artigo, acabaram levando o título de INCOMPETENTES. Acontece que, considerar o certame justo, lhe pareceria bastante comprometedor, pois acredito piamente nas exaustivas horas que vossa senhoria deve ter dedicado a analisar as provas e questões das diversas áreas de conhecimentos, aplicadas no referido concurso, inclusive uma da prova de Espanhol que tratava das “diversas espécies humanas”. Veja como é justo e correto o concurso. Esse caso não é uma exceção, é quase uma regra! Há outra questão também que trata dos ARTICULOS INDEFINIDOS APOCOPADOS. O senhor sabe o que é isso? Quero dize-lhe que eles não existem, mas pediram para que os identificassem na prova. Mudando de área: e os quase desumanos cálculos das ciências nada naturais? O que dizer delas? Mesmo os que passaram o lápis (alguns fizeram apenas isso) não conseguiram responder. Das 50 questões dessa língua estrangeira, 15 mereciam ser corrigidas ou anuladas. Na prova outra parte da prova, a de conhecimentos gerais, outra significativa quantidade de questões merecia a mesma ação. O que dizer disso? O concurso foi justo? Os professores são incompetentes? Digo-lhe que não. Fizeram uma prova para pessoas competentes não poderem responder. Espera-se que se tenha um professor que pense, opine e produza em sala de aula e fora dela, capacidades pelas quais ele deve ser avaliado o tempo todo, no entanto, realizaram provas que desconsideravam as mais elementares competências de um docente. SINPLAC está sendo minimalista ao usar argumentos tão pífios para pedir a anulação do concurso, mas o senhor usa argumentos ainda mais mal colocados para expressar a sua opinião a respeito de algo que, nitidamente, não sabe ou não ‘investigou’ corretamente. INJUSTO e até irônico, é o fato de um pesquisador, não pesquisar, não se certificar, não confirmar, não checar as fontes e publicar um texto como esse e colocar a população contra uma classe que luta e batalha pela formação JUSTA do seu filho e do meu também!
Concluo, minhas considerações, acrescentando algumas informações, para somar a meu atestado incompetente: sou professora formada em Letras, concursada em 2006, nesse período tenho lecionado exclusivamente por opção, em uma escola pública, e nesse pouco tempo de magistério tenho investindo em minha formação, com cursos no Brasil e no exterior, com os cursos de atualização da Embaixada da Espanha, com as formações da Secretaria de Educação (letramento, oficina de língua portuguesa, oficina de sequência didática, dentre outros). Igualmente, somo ainda os infortúnios procedimentos de uma banca que não satisfaz a contento as informações que necessitam o candidato, como cronograma das etapas, concorrência por vagas/áreas, a retirada sem nenhuma explicação do link das provas e gabaritos preliminares, republicando-os horas depois.
Isso “deve ser o JUSTO”, pois acho mesmo que, nesse tempo todo, eu só esqueci uma coisa: preocupar-me com a qualidade da educação no ACRE.

15:58  
Anonymous Vítor said...

Evandro, sua área de interesse é a botânica e a ecologia. Não deve mesmo entender muita coisa de educação, concurso para educação e coisas afins. Se tivesse interesse (o que deveria ser o mínimo para poder opinar) não escreveria de forma tão "senso comum" (vou dizer assim)sobre um tema tão importante para tanta gente. Você fez o tal concurso ao qual se refere em seu texto? Sabe o teor das questões, com erros bestiais e que, certamente seriam condenados, naquilo que lhe tange, por um mestre em botânica? Você não sabe! Disso eu sei. Se soubesse, não reduziria o problema à questão da competência, pois foi exatamente isso que deixaram de avaliar no certame. Nem no quesito "tempo", considerado por você como pouco importante houve uma forma correta de avaliar. Sei das pessoas que fizeram as provas e que tiveram um "bom" resultado (não muito acima da média para aprovação) que conseguiram tal êxito por sorte ou por qualquer outra outra coisa, menos por poder mostrar sua real competência. Os professores daqui - há exceções - são bons profissionais. Eles elevaram índices educacionais que não se esperavam para agora, não merecem ser taxados negativamente da forma como você o fez. Recomendo que você lance seus olhos sobre as provas, pesquise (já que você se intitula como tal) e as analise e depois faça um juizo de valor mais exato sobre o ocorrido. Será uma medida mais justa e inteligente

16:23  
Blogger Evandro Ferreira said...

Prezada Silvirlene,
Como deixei claro no texto, ainda e' cedo para que se pedir a anulacao do certame. Se houver numero suficiente de aprovados, entao, mesmo mais dificl do que normalmente e', creio que ele tera' sido valido. O que nao concordo e se pedir anulacao alegando falta de tempo para se responder todas as perguntas.

Quanto a se achar incompentente, nao acho que voce seja. Nem chamei voce de incompetente. E seguramente todos os que forem aprovados no certame nao sao.

Agora alterar a regra para diminuir o valor da nota de corte de 60 para 40% e' premiar a incompetencia. Nao faz o menor sentido.

Quanto a problemas em concuros, anulacao de questoes, etc...sempre acontece.

Vamos aguardar o resultado do mesmo. Se nao houver numero de aprovados para preencher as vagas, entao estara' comprovada a incompetencia do realizador do mesmo.

Evandro Ferreira

16:32  
Anonymous Anônimo said...

Prezado Evandro,

Entrei com recurso em 3 questões da prova de Biologia, pois apresentavam equívocos na construção das alternativas e/ou enunciados. Confira você mesmo na prova W Biologia site FUNCAB. As questões reclamadas foram: 48, 54 e 70. Descubra você mesmo os erros das questões e seja mais um a lutar pelo que é justo.
Espero que estas questões sejam anuladas para não prejudicar os candidatos que dependem delas para se classificarem.

J. Maia

16:54  
Blogger Evandro Ferreira said...

Prezado Vitor,

A incompetencia que me refiro e' bem clara no texto:

"Sei não. Pedir anulação porque alguns candidatos não conseguiram fazer a prova a tempo da' a impressão de que esta' se tentando premiar a incompetência."

17:30  
Blogger Evandro Ferreira said...

Prezado J. Maia,

Sempre lutei e lutarei pelo que e' justo. Educacao de qualidade e' imprescindivel para o crescimento de nossa sociedade. Educacao e' tudo - vide o meu caso pessoal.

Portanto, professores de alto nivel sao imprescindiveis. Sei por experiencia propria.

Boa sorte com sua reivindicacao.

Evandro

17:35  
Blogger EXERCÍCIO FÍSICO É SAÚDE - CASTRO PERSONAL TRAINER said...

A EMPRESA QUE FEZ ESTE CONCURSO DEVE ESTÁ TODA ENROLADA, POIS ALEM DE COLOCAR QUESTÕES SEM FUNDAMENTO, NÃO ESTÁ CUMPRINDO O PRAZO DO EDITAL, QUE SERIA PARA HOJE, DAS RESPOSTAS DOS RECURSOS IMPRETADOS.ENTREI CIN RECURSO E ATÉ O MOMENTO NÃO OBTIVE RESPOSTA.

22:51  

Postar um comentário

Link permanente:

Criar um link

<< Home