AMBIENTE ACREANO: AS "PERDAS" DOS TELESPECTADORES COM A EXIBIÇÃO DOS PROGRAMAS DE TV NOS HORÁRIOS CORRETOS
Google
Na Web No BLOG AMBIENTE ACREANO

segunda-feira, janeiro 07, 2008

AS "PERDAS" DOS TELESPECTADORES COM A EXIBIÇÃO DOS PROGRAMAS DE TV NOS HORÁRIOS CORRETOS

Telespectadores não poderão mais "participar" de quadros como o "Big Boss", do programa Big Brother Brasil, em que o público escolhe que "mico" os participantes do BBB pagarão por alguns dias (coisas como usar peruca ou dar três pulos a cada 15 minutos)...é uma tragédia!

A imprensa, regional e local, tem divulgado de forma sistemática nestes últimos dias notícias sobre as "perdas" que os telespectadores de sete Estados, inclusive o Acre, vão passar a ter a partir de amanhã, 09/01, quando entra em vigor a portaria 1220/07 do Ministério da Justiça.

A portaria obriga as emissoras das regiões com fuso horário diferente de Brasília a exibir parte da programação, especialmente a noturna, em horários para os quais foram produzidas. Ou seja, se uma novela ou show de auditório foi liberado para ser exibido a partir das 21 horas, este será o horário que deverá ser mostrado em todo o país, independente do fuso horário local.

Telejornais e programas esportivos, que não apresentam restrição de idade para o público telespectador, e a programação da matutina e vespertina, poderão continuar a ser exibidos ao vivo. A portaria não proibe isso.

Uma rápida olhada no que tem sido publicado mostra a falta de seriedade e compromisso social de alguns meios de comunicação.

O diário A Crítica, publicado em Manaus-AM, informa que "o telespecator do Amazonas e dos demais Estados afetados pela nova norma de transmissão televisiva ficarão automaticamente impedido de participar de programas que investem na interatividade, realizando sorteios e promoções ao vivo".

A matéria cita como exemplo a estréia, amanhã, do "Big Brother Brasil", que como todo mundo sabe, é um programa de altíssimo nível, que educa e instrui os telespectadores que assistem e participam (pagando) das interatividades que o mesmo oferece. Segundo o diário amazonense, os telespectadores ficarão de fora do quadro "Big Boss", que dá dois blocos para que o público vote (telefone, SMS ou Internet) que "mico" os participantes do BBB pagarão por alguns dias (coisas como usar peruca ou dar três pulos a cada 15 minutos). Participarão só de votações prolongadas, como a eliminação do "BBB".

Realmente, vai ser uma "perda" irreparável os telespectadores dos Estados atingidos pela medida ficarem de "fora" do BBB...Creio que muita gente deve estar pensando seriamente em cometer algum ato trágico para mostrar revolta contra essa "discriminação". Imagina...deixar de assistir ao BBB ao vivo, e ainda por cima deixar de tirar dinheiro do bolso para "votar" nas interatividades oferecidas pelo programa?

E olha que a Globo até tentou "enrolar" o Ministério da Justiça. Segundo a Folha de São Paulo, a emissora classificou o Big Brother Brasil como livre, ou seja, adequado para todas as idades. Claro, o programa não tem nada demais. Mais familiar impossível! Depois que o juizado de menores mostrou contrariedade, a emissora resolveu classificar o programa como adequado para para maiores de 16 anos.
Publicado por Evandro Ferreira 0 comentários Digg! Envie este artigo para um amigo