AMBIENTE ACREANO: INFLUÊNCIA ECONÔMICA DO ESTADO SUFOCA A DEMOCRACIA POLÍTICA NO ACRE
Google
Na Web No BLOG AMBIENTE ACREANO

quinta-feira, julho 31, 2008

INFLUÊNCIA ECONÔMICA DO ESTADO SUFOCA A DEMOCRACIA POLÍTICA NO ACRE

Essa tal democracia

Deputado Estadual Luiz Calixto

Sem democracia econômica não existe democracia política. Partindo desse pressuposto, é correto afirmar que no Acre, por muito tempo, viveremos sem democracia política, pois não existe democracia econômica.

Os principais atores da sociedade acreana dependem exclusivamente do governo. E sem liberdade política são obrigados a fazer somente aquilo que o governo permite.

Vamos aos exemplos:

Sindicatos e Associações: não haveria problema algum se os sindicatos e associações fossem dirigidas por pessoas ligadas ao governo, pois nada impede isso. A questão é que a maioria dessas representações é instrumentalizada com recursos públicos e, portando, com o anzol fisgado no beiço, estão neutralizados.

Imprensa: todos os meios de comunicação de massa aqui estabelecidos dependem 100% de verbas públicas. Prá fazer justiça, a TV Acre depende bem menos e é mais livre exatamente por isso. Junto com o pagamento das faturas o governo controla a linha editorial. Sai o que ele quiser. Das três emissoras com maior espaço para programação local ( GAZETA, TV 5 e RIO BRANCO ) todas têm outro ramo de atividade, cujo maior cliente é o governo: a distribuição de medicamentos. Algum incauto achará que elas farão denúncias envolvendo a saúde do estado, por exemplo? Uma matéria que desagrade ao governo pode comprometer o recebimento do mês.

Maiores empresários: os maiores empresários acreanos são “capitalistas” de licitações encomendadas. Vivem pendurados nas tetas do governo. Se o governo der um espirro, correm todos. As entidades patronais são obrigadas a bater palmas nos eventos e dar declarações favoráveis ao governo. Sem palmas, nada de participação no bolo das licitações. Já não dou mais ouvidos ao que falam às escondidas do governo.

Programas sociais: no Acre reside o maior número de famílias da região norte inscritas nos programas sociais do governo. São mais de 40 mil, um terço da população.O cadastro dessas famílias é utilizado para orientar as visitas eleitorais e ameaçá-las de perder o benefício caso não votem no candidato do governo. A dependência do governo é tão grande que o emprego de uma funcionária do prédio onde moro, foi arranjado pelo senador Tião Viana junto à firma responsável pela manutenção.

NOTA DO BLOG: O Deputado Luiz Calixto tem usado com sabedoria seu Blog para divulgar fatos que não aparecem na imprensa local. Muitas notas e artigos são relevantes e merecem ser disseminados. Acesso livre e ampla divulgação das informações de atos do Governo são importantes para que o povo possa tirar suas conclusões sobre as atitutdes de nossos administradores. Isso é democracia. Não desista Deputado Calixto. Keep doing the good job!
Publicado por Evandro Ferreira 3 comentários Digg! Link Permanente Envie este artigo para um amigo

3 Comments:

Anonymous Engenheiro said...

Quem é que não sabe disso!!!!
Fora a grande massa de profissionais que são contratos pelo governo,os chamados GTs, os quais estão verdadeiramente com os anzois fisgados no beiço. O pior que não tem outra saída, trabalham ou ficam desempregados.
A verdade seja dita, a mascára do governo está caindo. Ações voltadas a gestão ambiental é uma vergonha, pessoas desqualificadas estão gerenciando os orgãos ambientais, isso tem que acabar.
Quem é Cleisa Cartaxo ??? o que ela sabe de Meio Ambiente, pura politicagem (Q.I.)
Porque o Resende (Sec de Floresta Estadual)é o unico que ainda está na secretaria da Floresta desde da era do PT, deve ser "puxa" nato do Binho, Jorge (os caras)
Só não vou continuar porque ainda estou com o beiço fisgado!
Ah só não esquecendo, poxa Tião Viana essa mudança de horário foi sem nenhuma noção de geografia. E sua desculpa é vergonhosa !!! kkkk.
A gente se ver nas urnas SENADOR!!

16:25  
Anonymous Anônimo said...

O colega Engenheiro ae, antes de criticar alguém, deveria estudar um pouco mais de concordâncias nominal e verbal.

E, embora nem a conheça, a Sra. Cleisa Cartaxo é Engenheira Agrônoma graduada pela UFAC em 1993 e Mestre em Ciências de Horticultura pela University of Florida, U.F, Estados Unidos.

Se isso não a habilita a trabalhar na área de meio ambiente, o que habilita ?

Criticar é fácil, difícil é fazer.

Caso alguém queira confirmar as qualificaçs da mesma: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.jsp?id=K4728696T2

18:27  
Blogger Evandro Ferreira said...

Caros,

Não tenho dúvidas que a Cleisa Cartaxo é qualificada para o cargo. Entretanto, é inexperiente e tem pouco mais de um ano na função. Eu acho que ela precisa de mais tempo para provar do que é capaz.

Outro aspecto a considerar: será que os principais assessores dela foram escolha pessoal dela? São de sua confiança? Mantém um bom diálogo com ela? Existe coesão na equipe?

Ai reside um ponto fundamental para o sucesso de qualquer administração.

Dou o exemplo do que aconteceu na UFAC: a candidata a reitor Margarida Lima, ex-pro reitora de pesquisa, declarou abertamente em um debate que não fez mais durante o seu tempo de pro-reitora porque tinha como assessores dois incompetentes ocupando cargos chaves na estrutura da pro-reitoria!

Foi infeliz em sua declaração quanto à incompetência dos assessores. Mas a dificuldade de relacionamento e talvez a falta de confiança nos assessores tenha minado as relações harmônicas necessárias para o bom andamento do processo administrativo.

"Tratar com gente é uma arte que poucos dominam".

20:04  

Postar um comentário

Link permanente:

Criar um link

<< Home