AMBIENTE ACREANO: CARROS: A QUEDA DO GIGANTE AMERICANO
Google
Na Web No BLOG AMBIENTE ACREANO

quinta-feira, fevereiro 05, 2009

CARROS: A QUEDA DO GIGANTE AMERICANO

China pode virar número um em carros. Previsão de analistas é de que país asiático ultrapasse os EUA ainda em 2009. Principal razão é a brutal diminuição de crédito nos Estados Unidos e o fato do mercado chinês registrar baixíssimo uso do mesmo na compra de veículos

Com informações da Agência Estado e da Agência Autonews

A brutal queda na venda de carros nos Estados Unidos poderá levar a China ao posto de maior mercado automobilístico do mundo em 2009. O antigo reino das bicicletas tirou o segundo lugar do Japão em 2006 e, no ano passado, registrou vendas de 9,4 milhões de unidades.

Ouvido pela agência de notícias Associated Press, Zhang Xin, analista da Guotai Junan Securities, consultoria chinesa especializada em automóveis, diz que a expectativa é que os chineses tenham comparado quase 800 mil automóveis no mês passado, contra os 656.976 veículos adquiridos pelos americanos - queda de 37% sobre dezembro, e o menor nível mensal em 26 anos.

"Esta é a primeira vez na história que a China passou os EUA nas vendas mensais", disse à agência Mike DiGiovanni, diretor executivo de mercados globais e análise industrial da GM.

O mercado norte-americano atingiu um volume de vendas anualizado de 9,6 milhões. A previsão de analistas é que os Estados Unidos fechem o ano com vendas de 9,8 milhões, abaixo dos 9,96 milhões que a China deverá atingir se o mercado automobilístico crescer os 6% esperados pela consultora CSM Worldwide. A venda de automóveis na China aumentou 6,7% no ano passado, o menor patamar em 10 anos.

Em meados de janeiro, o governo anunciou um plano de estímulo ao setor, na tentativa de elevar o volume de negócios. O imposto incidente sobre a venda de veículos com motores menores que 1.6 foi reduzida de 10% para 5%. Além disso, o governo liberou subsídios de US$ 731,45 milhões para os camponeses substituírem seus veículos de três rodas por pequenos tratores e caminhões. Outra característica do mercado chinês é o baixíssimo uso de crédito na compra de veículos.
Publicado por Evandro Ferreira 0 comentários Digg! Link Permanente Envie este artigo para um amigo

0 Comments:

Postar um comentário

Link permanente:

Criar um link

<< Home