AMBIENTE ACREANO: O ACRE E A INTEROCEÂNICA
Google
Na Web No BLOG AMBIENTE ACREANO

quinta-feira, março 13, 2008

O ACRE E A INTEROCEÂNICA

Frutos da Interoceânica Brasil-Peru ainda são incertos

Expectativa é grande, mas negócios devem levar tempo para se concretizar.

Márcia Freitas - BBC

Enviada especial para Ilo, Cusco e Lima, no Peru - Considerada um dos projetos mais importantes de integração entre o Brasil e o Peru, a construção da estrada Interoceânica Sul gera uma grande expectativa de negócios entre os dois países, mas os resultados podem levar ainda algum tempo para se concretizar.

Com um custo de mais de US$ 800 milhões, a estrada começou a ser construída há dois anos e deve levar pelo menos mais dois para ficar pronta. Quando estiver concluída, terá mais de 2,5 mil quilômetros entre Iñapari, na fronteira com o Brasil, e três portos peruanos - San Juan, Matarani e Ilo. Além de proporcionar ao Brasil uma saída ao Pacífico, o objetivo é que ajude a incrementar o comércio entre as regiões fronteiriças.

Mas muitos especialistas afirmam que os governos deveriam estar fazendo mais para dinamizar as regiões envolvidas e provocar um aumento de intercâmbio comercial assim que a estrada esteja concluída.

"Há todo um tema complementar que não está avançando na velocidade que deveria, para que não tenhamos ao final uma estrada como um elefante branco lindo sem tráfico", afirma o diretor do Instituto Peruano de Economia, Fritz Du Bois Freund.

O presidente da Câmara Binacional de Comércio e Integração Peru-Brasil (Capebras), Miguel Vega Alvear, afirma que já foram identificados 60 produtos peruanos com potencial para penetrar o mercado brasileiro, principalmente produtos agrícolas e agroindustriais como a azeitona, a cebola e o orégano.

Mas, segundo ele, no caso de muitos produtos, é preciso "esperar a conclusão da estrada para reorganizar a cadeia produtiva."

Martin Cotrino, representante da Câmara de Comércio de Arequipa, onde empresários estudam a possibilidade de exportar cimento ao Brasil, afirma que é natural que projetos dessa dimensão levem "cinco, seis, sete anos para se consolidar."

Clique aqui para ler a matéria na íntegra no site da BBC Brasil

Publicado por Evandro Ferreira 1 comentários Digg! Link Permanente Envie este artigo para um amigo

1 Comments:

Blogger josecalderon said...

Estimado colega de Ambiente Acreano
Reciba los saludos de Perú de dos periodistas que investigamos cuan beneficiosa puede ser en todos los sentidos la carretera de integracion entre Peru y Brasil. Puede ver nuestro blog
www.interoceanica-amazonas.blogspot.com
Agradezco sus comentarios.

Abrigado

Jose Calderon & Eric Dañino

17:59  

Postar um comentário

Link permanente:

Criar um link

<< Home