AMBIENTE ACREANO: O futuro das florestas por quem entende. A sabedoria dos ‘Povos da Floresta’ no Canal Saúde, sexta (04), às 13h
Google
Na Web No BLOG AMBIENTE ACREANO

quinta-feira, setembro 03, 2009

O futuro das florestas por quem entende. A sabedoria dos ‘Povos da Floresta’ no Canal Saúde, sexta (04), às 13h

Canal Saúde exibe programa sobre a sabedoria dos povos da floresta. Vai mostrar também o desmatamento da Amazônia e o esgotamento dos recursos naturais

Marcelo Neves

Em busca da própria sobrevivência, o "homem branco" estabelece metas e cria planos mirabolantes para proteger a natureza. E os povos da floresta, o que eles têm a dizer sobre isso? O programa Sala de Convidados, do Canal Saúde/Fiocruz de sexta-feira (4/9), às 13 horas, escuta e debate a sabedoria dos povos da floresta em busca de soluções para a saudável convivência entre desenvolvimento e sustentabilidade socioambiental.

O tema faz parte da 1ª Conferência Nacional de Saúde Ambiental (CNSA), que vai ocorrer no fim do ano, em Brasília. Para os organizadores do evento, "além dos riscos ambientais provocados pela ação humana, a permanência ou agravamento das desigualdades sociais e econômicas, nas várias regiões do planeta, especialmente as mais pobres, demonstram a insustentabilidade socioambiental decorrente do modelo de desenvolvimento econômico, bem como suas consequências sobre a saúde das populações. Alguns dos elementos deste cenário são: o esgotamento dos recursos naturais, como a água e as florestas; os processos acelerados de desertificação; a intensificação de eventos climáticos extremos; poluição química de ambientes urbanos e rurais; e a emergência e a reemergência de doenças". A 1ª CNSA conta com o apoio do Canal Saúde.

Para conversar sobre o tema com internautas e telespectadores estarão presentes o coordenador da Rede Povos da Floresta, Ailton Krenak; a pesquisadora da Universidade Federal do Pará, Camila do Valle; o vice-presidente da Associação de Comunidades Remanescentes de Quilombos do Estado do Rio de Janeiro, Damião Braga; e o representante do Conselho Nacional dos Seringueiros, Pedro Ramos.

Para acompanhar pela internet basta acessar aqui, clicar na telinha com a inscrição "ao vivo" e participar a partir de um chat associado à transmissão. No caso da televisão é necessário ter uma antena parabólica conectada ao aparelho. Pela Embratel o programa será veiculado na frequência do Canal Saúde (polarização horizontal 3.930 Ghz ou 1.220 Mhz). Para saber como sintonizar a NBR em sua cidade, acesse aqui. Mais informações pelo telefone 0800-701-8122. Se preferir, antecipe suas perguntas pelo e-mail canal@fiocruz.br.

(Foto: Greenpeace)
Publicado por Evandro Ferreira 0 comentários Digg! Link Permanente Envie este artigo para um amigo

0 Comments:

Postar um comentário

Link permanente:

Criar um link

<< Home