AMBIENTE ACREANO: RESPOSTA DO SINPLAC
Google
Na Web No BLOG AMBIENTE ACREANO

quinta-feira, dezembro 23, 2010

RESPOSTA DO SINPLAC

Ubiratan Rodrigues Lobo
Secretário de imprensa e divulgação do SINPLAC

Em resposta ao texto escrito por Evandro Ferreira, do Blog Ambiente Acreano, vinculado na Gazeta.net no dia 22 de dezembro de 2010 as 12:40

Tomei conhecimento desse fragmento de matéria escrito por um jornalista infelizmente pouco informado a respeito do posicionamento do Sindicato dos professores do Acre- SINPLAC, no que diz respeito a problemática existente na realização do último certame ocorrido nesse Estado, para preenchimento de vagas ao cargo de professor da SEE. Pelo que sabemos, nós da diretoria do SINPLAC, não sustentamos alguma teoria que pudesse transmitir falsas expectativas aos candidatos, e nem tão pouco afirmar que iríamos pedir anulação do certame na justiça. Entendemos que houve transtornos no momento de realização das provas, e que vários candidatos se sentiram prejudicados e até mesmo injustiçados por não terem tido tempo suficiente para concluir o preenchimento do gabarito, porém, essa afirmação foi eles que fizeram, ou seja, os candidatos, nós da diretoria apenas tivemos o interesse e a preocupação de ouvi-los, já que se trata de interesse da nossa categoria, para posteriormente nos pronunciar a respeito do ocorrido.

Alguns candidatos relataram a falta de zelo na aplicação das provas por parte da coordenação, por ela não ter fiscalizado melhor o cumprimento do tempo preestabelecido no edital, que era de 4 horas, pois, segundo eles, houve candidatos que mesmo com o toque final da sirene continuaram a preencher seus gabaritos. É lamentável que isso possa ter acontecido, pois sabemos que esse tipo de atitude é desonesta e consequentemente inaceitável num concurso, onde todos deveriam ter as mesmas oportunidades de forma igualitária, e se realmente algum deles utilizou essa prática, isso os trará vantagens, que não é correto, portanto, defendemos que tais candidatos sejam desclassificados por essa prática, e isso é justamente o que reza o edital.

Em minha opinião e essa talvez seja a mesma de toda Diretoria deste Sindicato, é que todos esses acontecimentos deveriam ter sido postos em ata, para posteriormente ter embasamento jurídico de pedir a desclassificação desses candidatos que fizeram uso indevido do tempo, caso isso não se concretize, surge então uma expectativa de direito para os candidatos que concluíram as provas no tem regulamentar ou hábil, pois esses realmente foram prejudicados com essa atitude.

Não queremos aqui causar um confronto entre o autor da matéria publicada e esse Sindicato, que sempre vem lutando em prol dos interesses de uma categoria que exerce um papel de extrema importância para o crescimento intelectual e profissional do indivíduo na sociedade brasileira, uma classe que não tem o devido reconhecimento por parte dos governantes desse país, porém, sabemos que esse jornalista também é um trabalhador como nós, e apenas está fazendo o seu trabalho, que lhe é devido e necessário para que tenhamos uma democracia mais livre e consistente. Claro, reconhecemos a brilhante importância da imprensa na formação da nossa sociedade e na democracia, porém, defendemos que esse trabalho seja feito com responsabilidade e comprometimento com a verdade, pois dessa maneira, teremos uma sociedade bem mais centrada e consciente de suas responsabilidades e atitudes, dirimindo assim, os conflitos e facilitando a resolução dos seus respectivos problemas.

Quero também pedir as minhas desculpas por ter enviado ontem um texto sem ter subscrito, pois o mesmo ocorreu de maneira acidental e não havia feito as devidas correções e concluído o meu pensamento.

Deixo o aqui o meu agradecimento, e que havendo alguma dúvida nos procure neste Sindicato, que sempre estará a disposição para receber não somente os nossos filiados como também aqueles que fazem dos órgãos de comunicação a verdadeira porta de entrada para o mundo da informação e liberdade de expressão nesse Estado e no nosso País.
Publicado por Evandro Ferreira 1 comentários Digg! Link Permanente Envie este artigo para um amigo

1 Comments:

Anonymous Silvirlene said...

Sr. Evandro,

volto a dizer as palavras escritas, bem mais que as ditas tem sim uma repercursão, peço-lhe gentilmente, que zele um pouco mais no trato com as palavras, principalmente quando elas fizeram referência a uma classe de trabalhadores, como eu, você ou qualquer um.

23:35  

Postar um comentário

Link permanente:

Criar um link

<< Home