AMBIENTE ACREANO: NÃO DÊ O BRAÇO A TORCER PREFEITO MARCUS VIANA!
Google
Na Web No BLOG AMBIENTE ACREANO

quinta-feira, agosto 01, 2013

NÃO DÊ O BRAÇO A TORCER PREFEITO MARCUS VIANA!

Evandro Ferreira
Blog Ambiente Acreano


Leio no Ac24Horas que os moradores do loteamento Santo Afonso, localizado nas margens da BR-364, sentido Porto Velho, resolveram fechar a referida rodovia para exigir que a prefeitura da cidade promova melhorias urbanas no loteamento. Eles reivindicam a pavimentação das ruas, implantação de rede de água e esgotamento sanitário, construção de escolas e creches, e denunciam a falta de segurança no local.

Quem não conhece a história do referido loteamento pode até apoiar as reivindicações dos moradores. Eu, que conheço um pouco do histórico do local, não acho justa a cobrança que os moradores estão fazendo à prefeitura. Digo isso na qualidade de contribuinte.

Eu não quero que os recursos financeiros arrecadados pela prefeitura, incluindo a minha parte, sejam usados para fazer melhorias em regiões da cidade que foram criadas por iniciativas de particulares, que tinham a obrigação de vender lotes com as mínimas condições de infra-estrutura. E esse é o caso do Santo Afonso.

Lembro bem de como era aquela região antes da instalação do loteamento Santo Afonso: um pasto em área baixa, eternamente encharcada, inapropriada para a instalação de um bairro com dezenas de casas.

O proprietário, de olho gordo na valorização da terra em razão do avanço da urbanização naquela região do segundo distrito – expansão dos bairros Santa Inês e Areial – resolveu lotear o terreno. E para isso fez o que muitos proprietários de grandes áreas na zona urbana de Rio Branco fizeram por toda a cidade: contratou algumas horas de trator de esteira para abrir ‘ruas’, fincou alguns postes e solicitou que a Eletroacre estendesse a rede elétrica até o local e...só. Rede de água e esgoto? Pavimentação das ruas? Calçadas? Nem em sonho.

Os lotes foram vendidos a preços inflacionados em um processo que durou anos. A maioria dos moradores teve que aterrar seus terrenos para poder edificar suas casas. E nesse tempo ninguém reclamou das condições precárias do local. Nem os moradores que resolveram habitar o outrora ‘charco’ agora transformado em bairro, muito menos a promotora de Habitação e Urbanismo do Ministério Público Estadual.

O plano diretor de nossa cidade exige que os responsáveis pelos loteamentos urbanos assumam a responsabilidade de fazer as melhorias reivindicadas pelos moradores do Santo Afonso. E mesmo que na época da criação do loteamento o plano diretor ainda não estivesse em vigor, era obrigação dos moradores e do Ministério Público exigir do dono do loteamento a realização das benfeitorias.

Isso foi feito? Não?

Agora querer que todos os contribuintes do município façam uma ‘vaquinha’ para resolver um problema que não é responsabilidade da coletividade, ai já é demais. Até concordo que a Prefeitura instale escola e creche no local, agora pavimentar ruas e construir redes de esgoto...ai não. Os moradores que acionem a justiça para exigir melhorias por parte do responsável pelo loteamento e ação do Ministério Público no caso.

Foto: Ac24Horas
Publicado por Evandro Ferreira 0 comentários Digg! Link Permanente Envie este artigo para um amigo

0 Comments:

Postar um comentário

Link permanente:

Criar um link

<< Home