AMBIENTE ACREANO: JÁ OLHEI O MAPA MIL VEZES DEPUTADO!
Google
Na Web No BLOG AMBIENTE ACREANO

quarta-feira, abril 23, 2008

JÁ OLHEI O MAPA MIL VEZES DEPUTADO!

O Deputado Moisés Diniz postou uma breve nota em seu Blog na qual questiona a nossa posição contra a mudança do 'nosso' fuso horário.

Abaixo apresento aos leitores do Blog Ambiente Acreano minha resposta.

Prezado Deputado, não fui eu que disse(que a Globo está preocupada com a audiência), foi a coluna Radar de Veja. Leia abaixo:

.....................................................................
O custo do fuso para a Globo


Lauro Jardim
RADAR ON-LINE, REVISTA VEJA

O custo para a Globo adaptar sua programação aos fusos horários regionais, conforme exigência do Ministério da Justiça, foi de 5 milhões de dólares. Dentro deste total, o valor que pesou mais foi o aluguel de uma nova rede exclusiva para transmissão via satélite. As novas regras estão em vigor desde ontem e alteram a programação em sete estados das regiões Norte e Centro-Oeste (Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Amazonas, Pará, Acre, Rondônia e Roraima). Na prática, funciona assim: a novela Duas Caras, que a Globo começa a transmitir às 21h em rede nacional, ia ao ar às 20h ou às 19h, no caso do Acre. Agora, o país inteiro verá a novela às 21h - e assim por diante.

A Globo e as outras redes não estão conformadas com as novas regras. Consideram-nas inconstitucionais. E esperam barrá-las no Judiciário antes de outubro, quando entra em vigor o horário de verão, o que complicaria mais ainda as suas vidas, já que alguns estados do Nordeste também passam a ter horários diferenciados. As emissoras aguardam uma decisão do STF para a questão.
.....................................................................

Diante disso, quem olha no Mapa de Fuso Horário brasileiro pode observar que na prática, para as emissoras de TV, é mais vantajoso que todo o país tenha apenas dois fusos. Se fosse apenas um seria ainda melhor.

Mas temos o 4o. fuso. o Fuso horário acreano. E o que fazer com o Acre? Aquele apêndice que penetra ‘fundo’ no quarto fuso? (veja este outro mapa que apresento)

Investir para dar aos acreanos uma programação exclusiva?
O senhor mesmo respondeu: a Globo não está nem ai para investir para atender os Acreanos ou a Portaria 1.220/2007 (por sinal, o senhor já viu a propaganda das emissoras contra a Portaria?). Sei até que o senhor está liderando um protesto contra a Globo no Acre por esta razão não é mesmo?

Então o que elas, as emissoras de TV resolveram fazer?

Igualar o fuso horário acrano ao resto do que o senhor chama de ‘fuso amazônico’. Como o único projeto de mudança do fuso horário em andamento no Congresso era o do Senador Tião Viana, elas foram lá e impuseram a aprovação urgentíssima da mudança.

Resolveu parte do problema que elas estão enfrentando em razão da Portaria pois vão passar a trabalhar com apenas dois fusos em todo o país.

Para finalizar, quando o senhor afirma que estamos relevando apenas que houve submissão dos nosso políticos às emissoras de TV, não se pode negar e nem é apenas eu ou outros acreanos que estão falando isso. Faça uma busca no Google e verá que foi no mínimo suspeita a forma como tudo aconteceu.

O mais triste de tudo é que a mudança foi feita não pela vontade autêntica de todos os acreanos. Não que o senhor ou o Senador Tião Viana fossem proibidos de propor. A legislação não impede isso.

Entretanto, vivemos uma democracia e a mudança do nosso fuso vai afetar todos os acreanos. Eles é que têm de decidir se querem ou não a mudança.

Sob o ponto de vista da democracia, uma mudança dessa é sim autoritária porque vai ser feita por decreto, pela vontade de alguns (que podem ser até centenas de milhares. Quem sabe? não houve consulta popular) e pressão de setores alheios à vida e ao cotidiano dos acreanos.

Quanto a olhar no mapa, já olhei muitas vezes e acho que não devemos ter o fuso alterado. O senhor acha que deve. Como ninguem é melhor do que ninguem, vamos decidir no voto?

Evandro Ferreira
Blog Ambiente Acreano
Publicado por Evandro Ferreira 0 comentários Digg! Envie este artigo para um amigo