AMBIENTE ACREANO: CRUZEIRENSES NÃO SE CONFORMAM COM NOVO FUSO HORÁRIO
Google
Na Web No BLOG AMBIENTE ACREANO

sábado, junho 28, 2008

CRUZEIRENSES NÃO SE CONFORMAM COM NOVO FUSO HORÁRIO

Escolas da rede municipal e comércio só funcionarão a partir das 8:00h porque a escuridão matinal resultante do novo fuso horário obriga as pessoas a acordar e sair de casa de madrugada. Mudança é mais uma indicação do fracasso da "hora mais certa" sugerida na propaganda oficial

Genival Moura
A Tribuna do Juruá

As reclamações estão por todos os cantos da cidade. Desde que começou a vigorar o novo fuso horário do Acre, que deixou o estado com apenas uma hora de diferença em relação ao horário oficial do País, os cruzeirenses, principalmente aqueles que formam a classe mais baixa, relatam nas feiras e nas rodas de conversas, que são obrigados a acordar as crianças às 6h da manhã (o que antes eram 5h) enfrentando os riscos que podem surgir em meio à escuridão e a neblina que cai nesse horário com a baixa temperatura nessa época de friagem amazônica.

Orací Benedito de Souza, 52 anos, morador no Bairro do Remanso, trabalha nos mercados de Cruzeiro do Sul comprando e vendendo farinha de mandioca.

Antes da mudança de horário, ele chegava ao local de trabalho às 6h30min da manhã, agora é obrigado a chegar mais tarde, porque teme caminhar no escuro e sofrer um assalto, já que seu trabalho exige dinheiro no bolso.

A classe de Orací que é formada de marreteiros é alvo preferido dos assaltantes em Cruzeiro do Sul, o próprio comerciante em questão, já sofreu dois assaltos, da primeira vez perdeu R$ 1.500 e de outra R$ 2.500.

"Tenho uma filha de 15 anos que sai para escola caminhando no escuro, sujeita a ação dos marginais. Trabalho aqui e vejo que as crianças do Bairro Miritizal são obrigadas a atravessar o rio na escuridão pra chegar na escola à tempo, sem contar aqueles que moram em municípios vizinhos e vêm para os colégios de Cruzeiro do Sul. Minha esposa que é empregada doméstica também se arrisca sozinha no escuro para chegar ao trabalho próximo ao centro da cidade" lamenta Orací Benedito.

Uma moradora da BR-364 que buscava atendimento na delegacia na manhã dessa quinta-feira comentava que suas quatro filhas adolescentes, saem da casa onde moram que é afastada da rodovia, caminhando a pé por cerca de uma hora até chegar à escola. Por todas as partes da zona rural da cidade é comum o movimento de crianças durante a madrugada, já que algumas delas levam até duas horas para chegar à escola.

A prefeita Zila Bezerra já decretou que a partir de segunda-feira, as escolas e da rede municipal de ensino só funcionaram a partir das 8h da manhã, ela disse que não está contra a lei do senador Tião Viana que considera importante. Mas, explicou que as crianças não podem passar pelos atuais transtornos para chegar à escola.

A rede estadual de ensino ainda não decidiu se mudará de horário, o coordenador regional Ériton Maia criticou a prefeita Zila Bezerra pela decisão antecipada, na visão dele deveria haver uma discussão antes de qualquer decisão.

A Associação Comercial do Juruá já decidiu que o comércio funcionará somente a partir das 8h da manhã, segundo o presidente Marcos Vinício a decisão foi tomada pela maioria.
Publicado por Evandro Ferreira 0 comentários Digg! Link Permanente Envie este artigo para um amigo

0 Comments:

Postar um comentário

Link permanente:

Criar um link

<< Home