AMBIENTE ACREANO: CONDIÇÃO AMBIENTAL ACREANA É MOTIVO DE INVEJA PARA RONDONIENSES
Google
Na Web No BLOG AMBIENTE ACREANO

sexta-feira, julho 18, 2008

CONDIÇÃO AMBIENTAL ACREANA É MOTIVO DE INVEJA PARA RONDONIENSES

Imprensa rondoniense sonha em ver o Acre sendo alvo de chacotas e objeto de manchetes negativas na área ambiental

O SIPAM divulgou em sua página uma nota sobre o desmatamento ocorrido em áreas protegidas do Acre no período 2006-2007. Segundo a nota, foram pouco mais de 13 mil hectares desmatados no Acre.

Na ânsia de dar uma conotação negativa ao fato, o site Rondoniaagora.com copiou a nota do SIPAM na íntegra, mas resolveu alterar o título. No lugar do original "Em um ano, mais de 13 mil hectares desmatados em áreas protegidas no Acre" (no site Ac24Horas, ao lado),o site rondoniense titulou a matéria da seguinte forma: "Sipam coloca o Acre entre estados que mais desmatam na Amazônia" (figura abaixo).

Os leitores incautos que buscam dados comparativos na reprodução publicada no site rondoniense para se certificar que o Acre é mesmo um dos que mais desmatam na região ficarão decepcionados pois a nota apenas descreve a situação do Acre. Ela não compara a situação acreana com outros Estados da região.

E qual a razão da imprensa rondoniense ter tanto interesse em dar uma conotação exageradamente negativa aos dados sobre a situação no Acre?

Um rápida visita ao site do SIPAM revela a razão. No final de junho foi divulgado o desmatamento em área protegidas de Rondônia referente ao período 2006-2007: 33,8 mil hectares! Mais do que o dobro do registrado no Acre!

Está aí a explicação. Na ânsia de se livrar da pecha de destruidores ambientais por excelência, a imprensa do nosso vizinho sonha em igualar o Acre a Rondônia neste quesito.

Mas é bom que eles acordem para o pesadelo em que vivem pois ainda vai demorar alguns anos para que a situação acreana chegue pelo menos próxima à do nosso vizinho quando o assunto é desmatamento em áreas protegidas.

E não será porque a intensidade deste tipo de desmatamento no Acre aumentará de forma siginificativa em futuro breve. Muito pelo contrário. Ele deverá se estabilizar ou mesmo cair.

Na minha visão, o equilíbrio entre o desmatamento em áreas protegidas do Acre e Rondônia acontecerá em futuro próximo apenas quando não houver muito mais o que desmatar nestas áreas do nosso vizinho. Ou seja, quando o desmatamento em Rondônia começar a diminuir por absoluta falta de matéria-prima, digo, de florestas.
Publicado por Evandro Ferreira 0 comentários Digg! Link Permanente Envie este artigo para um amigo

0 Comments:

Postar um comentário

Link permanente:

Criar um link

<< Home