AMBIENTE ACREANO: 2015 DEVE SER O ANO MAIS QUENTE DA HISTÓRIA
Google
Na Web No BLOG AMBIENTE ACREANO

terça-feira, outubro 27, 2015

2015 DEVE SER O ANO MAIS QUENTE DA HISTÓRIA

Evandro Ferreira
Blog Ambiente Acreano

Dados revelados pela Agência Americana de Oceanos e Atmosfera (NOAA) na segunda-feira (26/10) confirmaram que até o final de setembro o ano de 2015 tem se revelado como o mais quente da história.

A média da temperatura global observada sobre os oceanos e a superfície terrestre em setembro (15,9°C) foi a mais elevada para este mês nos 136 anos de monitoramento de temperatura no planeta.  Setembro de 2015 também se revelou como o quinto mês consecutivo de recorde mensal de temperatura. 

Até o presente, dos nove meses do ano de 2015, em sete (janeiro, abril, maio, junho, julho, agosto e setembro) a temperatura média mensal foi a mais alta já registrada na história. Em várias cidades brasileiras os recordes históricos de calor foram quebrados, entre elas Manaus, Brasília e Belo Horizonte.

Pesquisadores têm atribuído a sequência de recordes de temperaturas observadas durante o ano de 2015 ao aquecimento global decorrente da emissão de gases causadores do efeito estufa. Outro fator que tem contribuído para as altas temperaturas registradas no ano é a ocorrência do fenômeno El Niño, cujos efeitos se estenderão até o início do ano de 2016.

Se nenhum evento anormal acontecer até o final do ano, 2015 deverá se constituir no ano mais quente desde que a temperatura do planeta passou a ser monitorada no final do século XIX.

Segundo a NOAA, a temperatura média para o mês de setembro foi 0,9°C acima das médias históricas para este mês registradas durante o século 20. Este valor é relevante tendo em vista que o limite acordado entre as nações do planeta para, teoricamente, se evitar os efeitos desastrosos de mudanças climáticas decorrentes do aumento global da temperatura é de 2°C.

Segundo as previsões de estudos climáticos, se o limite de incremento de temperatura global superar os 2°C, numerosas ilhas do Oceano Pacífico desaparecerão, desastres naturais relacionados com o clima se tornarão mais frequentes e um grande contingente populacional, especialmente em cidades costeiras, será afetado pela necessidade de deslocamento para áreas não inundadas.

Figura: NOAA, média anual da temperatura global desde 1880.

Publicado por Evandro Ferreira 0 comentários Digg! Link Permanente Envie este artigo para um amigo

0 Comments:

Postar um comentário

Link permanente:

Criar um link

<< Home