AMBIENTE ACREANO: O ACRE E A MUDANÇA DO CÓDIGO FLORESTAL
Google
Na Web No BLOG AMBIENTE ACREANO

sexta-feira, março 05, 2010

O ACRE E A MUDANÇA DO CÓDIGO FLORESTAL

"Um projeto desta magnitude não pode ter como relator uma figura tão atrasada do PC do B como o deputado Aldo Rebelo. Aldo defende explicitamente o latifúndio e sonha com o extermínio de todos os povos indígenas"

Ainda sobre a reforma do Código Florestal. Recebi mensagem do Lindomar Padilha, coordenador do CIMI-AC, a qual reproduzo abaixo:

Caro Evandro,

Infelizmente (ou felizmente) não pude comparecer à audiência pública pois estava viajando. Nos fizemos presentes por meio de Rose que fez um relato completo do que viu. De fato o momento é inoportuno por se tratar de questão complexa e que envolve interesses eleitorais, e econômicos, claro.


Um projeto desta magnitude não pode ter como relator uma figura tão atrasada do PC do B como o deputado Aldo Rebelo. Aldo defende explicitamente o latifúndio e sonha com o extermínio de todos os povos indígenas. Aliás, manifestou isso em diversos artigos publicados no jornal O Estado de São Paulo. A esse respeito escrevi alguma coisa sobre "o comunismo do agronegócio"
[O texto a que Lindomar Padilha se refere é republicado abaixo].

Num Estado onde temos um Senador que pensa que o progresso é explorar petróleo e gás natural e o próprio horário deve estar a serviço do "desenvolvimento", fica claro que não há maturidade para discutir código florestal sem a costumeira politicagem.


O professor Elder acerta quando diz que o desenvolvimento sustentável virou peça de retórica. Nossos políticos são realmente muito fracos e oportunistas. Falta seriedade.


Bom trabalho.


Lindomar Padilha
Publicado por Evandro Ferreira 0 comentários Digg! Link Permanente Envie este artigo para um amigo

0 Comments:

Postar um comentário

Link permanente:

Criar um link

<< Home